Diferenças entre edições de "Museu Imperial"

22 bytes adicionados ,  15h34min de 6 de abril de 2018
m
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 189.6.24.87 para a última revisão de Dbastro, de 15h32min de 14 de janeiro de 2018 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m
A seção de Obras Raras conta com itens preciosos como edições dos séculos [[século XVI|XVI]] a [[século XIX|XIX]], [[periódico]]s, [[partitura]]s, [[iluminura]]s, [[manuscrito]]s, ''[[ex-libris]]'', relatórios das Províncias e dos Ministérios e coleção de Leis do Império, totalizando cerca de 8 mil volumes. Destas peças, diversas pertenceram à família imperial e trazem anotações manuscritas, encadernações luxuosas e ilustrações.
 
A seção de livros de viajantes estrangeiros que passaram pelo Brasil nos séculos [[século XVIII|XVIII]] e XIX também é importante, documentando diversos aspectos da vida social e da paisagem natural brasileira de então, com obras de [[Debret]], [[Rugendas]], [[Saint-Hilaire]], [[Maria Graham]], [[Henry Koster (pintor)|Henry Koster]], [[Louis Agassiz]], [[Charles Darwin]], [[Spix]] e [[Carl Friedrich Philipp von Martius|Martius]].
 
=== Arquivo Histórico ===
653 988

edições