Diferenças entre edições de "Paul Wegener"

41 bytes removidos ,  15h14min de 8 de abril de 2018
sem resumo de edição
(Criado ao traduzir a página "Paul Wegener")
 
| imagem = Paul Wegener 2.jpg
| imagem_legenda = Paul Wegener
| nascimento_data = {{birth datedni|1874|12|11|df=yessi}}
| nascimento_local = [[Jarantowice, Wąbrzeźno County|Arnoldsdorf]], [[Prussia Ocidental]], [[Império Alemão]]
| morte_data = {{morte|13 de setembro de |09|1948<span style="display:none">(1948-09-13)</span>|11|12|1874}}
| morte_local = [[Berlin|Berlim]], Alemanha
}}
}}'''Paul Wegener''' (11 de dezembro de 1874 – 13 de setembro de 1948) foi um ator, escritor e diretor de cinema alemão conhecido por seu papel pioneiro no cinema [[Expressionismo alemão|expressionista]] alemão.
 
}}'''Paul Wegener''' (Arnoldsdorf,[[11 de dezembro]] de [[1874]]Berlim, [[13 de setembro]] de [[1948]]) foi um ator, escritor e diretor de cinema alemão conhecido por seu papel pioneiro no cinema [[Expressionismo alemão|expressionista]] alemão.
 
== Carreira no teatro e início do cinema ==
Com 20 anos de idade, Wegener decidiu terminar seus estudos de direito e concentrar-se na atuação, fazendo turnê pelas províncias, antes de ingressar na  trupe de atores de [[Max Reinhardt]], em 1906. Em 1912, ele voltou-se para o nascente meio do cinema e apareceu na versão de 1913 de ''O Estudante de Praga''. Foi ao fazer este filme que ele ouviu pela primeira vez a velha lenda judaica do [[Golem]] e começou a adaptar a história para filme, co-dirigindo e co-escrevendo o roteiro com Henrik Galeen. Sua primeira versão do conto '', Der Golem'' (1915, hoje perdido), foi um sucesso e firmemente estabeleceu a reputação de Wegener. Em 1917, ele fez uma paródia da história chamada ''Der Golem und die Tänzerin'', mas foi a sua reformulação do conto, ''[[Der Golem, wie er in die Welt kam|Der Golem: wie in der Welt kam]]'' (1920), que se destacou como um dos clássicos do cinema alemão, e ajudou a cimentar o lugar de Wegener na história do cinema.
 
Outro de seus primeiros filmes foi ''Der Yoghi'' (1916), no qual ele interpretou o papel de um [[iogue]] e jovem inventor, e que lhe proporcionou a oportunidade para acomodar três de seus interesses, truques de fotografia (ele foi um dos primeiros filmes a  apresentar invisibilidade), o sobrenatural e [[Misticismo|misticismo oriental]].
* Hans Günther Pflaum: 'Ins eigene Herz. P. W.s "Student von Prag" 1919' in: Peter Buchka, ed.: ''Deutsche Augenblicke''; pp.&nbsp;20f.
 
== Ligações externosexternas ==
 
* [http://sites.google.com/site/wegenerpaul/ Página oficial sobre Paul Wegener e]m alemão