Diferenças entre edições de "Estaleiros Navais de Viana do Castelo"

972 bytes adicionados ,  13h47min de 15 de abril de 2018
→‎História: referência à entrevista do ex-CEMA em 2012
(→‎História: referência à entrevista do ex-CEMA em 2012)
|data=2012-02-05
|acessodata=2013-12-16}}</ref>
 
A 29 de Junho de 2012 o ex-chefe do Estado-Maior da Armada, Nuno Vieira Matias, admitiu que a adjudicação da construção de 8 navios-patrulha oceânicos da [[classe Viana do Castelo]] aos ENVC teve como objectivo "ajudar os Estaleiros de Viana a progredirem, a terem encomendas e a financiarem-se para poderem evoluir, fazerem concorrência a outros estaleiros e sobreviver" mas que o programa "não correu bem" porque os ENVC falharam no cumprimento do programa.<ref>{{citar jornal
|url=http://www.radiovaledominho.com/envc-programa-dos-patrulhas-foi-uma-ajuda-a-empresa-mas-nao-correu-bem-ex-cema/
|título=ENVC: Programa dos “patrulhas” foi uma “ajuda” à empresa mas “não correu bem” – ex-CEMA
|publicado=Rádio Vale do Minho
|data=2012-07-29
|acessodata=2018-04-15
}}</ref> A adjudicação, realizada em 2002, previa a entrega dos 8 navios-patrulha até 2005, mas os ENVC só foram capazes de entregar o 1º navio em Abril de 2011 e o 2º em 2013.
 
A 13 de Setembro de 2012 o [[XIX Governo Constitucional de Portugal|governo]] revogou encomenda de construção para a Marinha de seis navios patrulha oceânica da [[classe Viana do Castelo]] e cinco lanchas de fiscalização costeira.<ref>{{citar jornal
6 646

edições