Diferenças entre edições de "Museu Imperial"

1 byte removido ,  01h31min de 18 de abril de 2018
sem resumo de edição
== História ==
[[Ficheiro:Agostinho José da Mota - Palácio Imperial de Petrópolis.JPG|thumb|O Palácio Imperial em 1855]]
[[Ficheiro:Presidente Getúlio Vargas inaugura o Museu Imperial.tif|thumb|Presidente Getúlio Vargas inaugura o Museu Imperial em 16 de março de 1943. Fotografia sob guarda do [[Arquivo Nacional (Brasil)|Arquivo Nacional]]]]
 
Em 1822, [[Pedro I do Brasil|Dom Pedro I]] viajando em direção a [[Vila Rica (Minas Gerais)|Vila Rica]], Minas Gerais, para buscar apoio ao movimento da [[Independência do Brasil]], encantou-se com a [[Mata Atlântica]] e o clima ameno da região serrana. Hospedou-se na Fazenda do Padre Correia e chegou a fazer uma oferta para comprá-la. Diante da recusa da proprietária, Dom Pedro comprou a Fazenda do Córrego Seco, em [[1830]], por 20 [[Réis|contos de réis]], pensando em transformá-la um dia no Palácio da Concórdia.
 
[[Ficheiro:Museu Imperial - Frente.jpg|thumb|right|Museu Imperial visto do jardim]]
[[Ficheiro:O Palácio.jpg|thumb|Museu Imperial à noite]]
[[Ficheiro:Presidente Getúlio Vargas inaugura o Museu Imperial.tif|thumb|Presidente Getúlio Vargas inaugura o Museu Imperial em 16 de março de 1943. Fotografia sob guarda do [[Arquivo Nacional (Brasil)|Arquivo Nacional]]]]
Passear pelos [[Jardim|jardins]] do Museu Imperial é reviver a época do Império e conhecer um pouco mais sobre os gostos de [[Pedro II do Brasil|d. Pedro II]]. Foi sob orientação pessoal do imperador que os jardins que circundam o Palácio foram construídos pelo paisagista parisiense [[Jean Baptiste Binot]] em 1854.