Diferenças entre edições de "Conquista normanda da Inglaterra"

Sem alteração do tamanho ,  09h20min de 22 de abril de 2018
sem resumo de edição
Guilherme enfrentou dificuldades em suas posses continentais em 1071,{{sfn|Douglas|1964|p=225-226}} mas em 1072 ele retornou à Inglaterra e marchou ao norte para confrontar o rei [[Malcolm III da Escócia]].{{nota de rodapé|Malcolm, em 1069 ou 1070, tinha se casado com [[Santa Margarida da Escócia|Margarida]], irmã de Edgar, o Atelingo.<ref name=Huscro142 />}} Esta campanha, que incluiu um exército terrestre apoiado por uma frota, resultou no [[Tratado de Abernethy]], em que Malcolm expulsou Edgar, o Atelingo da Escócia e concordou com algum grau de subordinação a Guilherme.<ref name=Huscro147 /> A natureza exata dessa subordinação não é clara&nbsp;– o tratado se limitou a afirmar que Malcolm tornou-se homem de Guilherme. Se isso valia apenas para a [[Cúmbria]] e [[Lothian]] ou a todo o [[Reino da Escócia]] permaneceu ambíguo.{{sfn|Douglas|1964|p=227}}
 
Em 1075, durante a ausência de Guilherme, [[Raul de Gael]], [[Lista de condes de Norfolk|conde de NorfolkNorfolque]], e [[Rogério de Breteuil]], [[conde de Hereford]], conspiraram para derrubá-lo na [[Revolta dos Condes]]. A razão exata da rebelião não é clara, mas foi iniciada no casamento de Raul com uma parente de Rogério, realizado em Exning. Outro conde, Valdevo, apesar de ser um dos favoritos de Guilherme, também esteve envolvido, e alguns senhores bretões estavam prontos para oferecer apoio. Raul também pediu ajuda dinamarquesa. O rei permaneceu na Normandia, enquanto seus homens na Inglaterra subjugaram a revolta. Rogério não foi capaz de deixar sua fortaleza em Herefórdia por causa dos esforços de [[VulfstanoVulstano (morto em 1095)|VulfstanoVulstano]] (''Wulfstan''), bispo de Worcester, e Etelvigo (''Aethelwig''), abade de Evesham. Raul foi cercado no [[Castelo de Norwich]] pelos esforços combinados de [[Odo de Bayeux]], Godofredo de Coutances, [[Ricardo fitzGilbert]] e [[Guilherme de Warenne]]. Norwich foi cercada e rendida, e Raul foi para o exílio. Enquanto isso, o irmão do rei da Dinamarca, [[Canuto IV da Dinamarca|Canuto]], finalmente chegou à Inglaterra com uma frota de 200 navios, mas era tarde demais, pois Norwich já havia se rendido. Então os dinamarqueses promoveram ataques ao longo da costa, antes de voltar para casa.{{sfn|name=Doug233|Douglas|1964|p=231-233}} Guilherme somente retornou à Inglaterra no final de 1075, para lidar com a ameaça dinamarquesa e as consequências da rebelião, comemorando o Natal em Winchester.{{sfn|Bates|2001|p=181-182}} O Conde de Norfolk e Valdevo foram mantidos na prisão, onde Valdevo foi executado em maio de 1076. Nessa época Guilherme tinha voltado para o continente, onde Raul continuava a rebelião a partir da Bretanha.<ref name=Doug233 />
 
== Controle da Inglaterra ==