Diferenças entre edições de "Psicologia"

1 052 bytes removidos ,  00h36min de 26 de abril de 2018
m
Foram revertidas as edições de 2804:7F2:2989:7509:35F2:5E4A:C7DD:F818 por adição de informação suspeita sem fontes (usando Huggle) (3.3.3)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 2804:7F2:2989:7509:35F2:5E4A:C7DD:F818 por adição de informação suspeita sem fontes (usando Huggle) (3.3.3))
Etiquetas: Huggle Reversão
A pesquisa de Massimi (1990)<ref>[MASSIMI, M. História da Psicologia brasileira. São Paulo: Ed. Pedagógia Universitária, 1990]</ref> evidencia que os conhecimentos psicológicos foram sendo elaborados ao longo do tempo em várias culturas e que este objeto de estudo se denomina [[História das ideias psicológicas]]. Numa análise sobre o período colonial brasileiro, esta autora pontua que temas relevantes no que diz respeito a conhecimentos e práticas psicológicas foram produzidos.
É conveniente evidenciar também que durante o século XIX, principalmente no final deste, a psicologia esteve presente em várias partes do Brasil, vinculadas a outras áreas de conhecimento. Havia uma preocupação com os fenômenos psicológicos no interior da Medicina e da Educação. Para Antunes (2004),<ref>[ANTUNES, M.A.M.(1991). O processo de autonomização da Psicologia no Brasil - 1890/1930: uma contribuição aos estudos em História da Psicologia. São Paulo. Tese de doutorado. Puc/SP]</ref> este processo vai aos poucos contribuindo com o reconhecimento da Psicologia como área específica de saber.
 
O Projeto Memória da Psicologia Brasileira teve início em 1999, com o objetivo de resgatar e ampliar o
conhecimento sobre a história da Psicologia no Brasil, em seus aspectos de produção intelectual, científica,
institucional e profissional. Este Projeto, desde a sua criação, conta com a parceria do Grupo de Trabalho em
História da Psicologia da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP).
No âmbito do Projeto Memória da Psicologia Brasileira, foram editadas as seguintes obras: Coleção Pioneiros da
Psicologia no Brasil, Coleção Clássicos da Psicologia Brasileira, Coleção Histórias da Psicologia no Brasil,
Dicionário Biográfico da Psicologia no Brasil e Dicionário Histórico de Psicologia no Brasil. O Projeto foi
responsável também pela realização de uma coleção de vídeos sobre a vida e a obra de um conjunto de psicólogos
que tiveram grande participação no desenvolvimento do conhecimento psicológico e na institucionalização da
profissão do psicólogo no Brasil.
 
=== Perspectivas atuais ===
8 932

edições