Abrir menu principal

Alterações

2 111 bytes adicionados, 03h25min de 30 de abril de 2018
Contribuições sobre a história da classificação zoológica de nematódeos no trecho de Taxonomia e sistemática. Atualização de informações quanto à filogenia do grupo e atualização da lista de referências.
[[Imagem:Eophasma jurasicum.JPG|thumb|''Eophasma jurasicum'', um nematódeo]]
 
Em 1758, Lineu descreveu algumas espécies e gêneros de de nematódeos (como, ''Ascaris''), ncluídos na classe Vermes.
Lineu (1758) descreveu algumas espécies de nematódeos, contidos na classe Vermes. Em 1808, [[Karl Asmund Rudolphi|Karl Rudolphi]],<ref name="phylumname">{{citar periódico|autor = Chitwood BG |título= The English word "Nema" Revised |periódico= Systematic Zoology in Nematology Newsletter | volume = 4 |número= 45 |páginas= 1619 |data=dezembro de 1999 | pmid = | doi = | url = http://plpnemweb.ucdavis.edu/Nemaplex/General/Phylumname.htm }}</ref> agrupou os atuais nematódeos e [[nematomorpha|nematomorfos]] em '''Nematoidea''', do [[grego antigo]] νῆμα (''nêma, nêmatos'', 'filamento') e -eiδἠς (''-eidēs'', 'espécie'). Os Nematoidea, junto com [[Acanthocephala]], [[Trematoda]] e [[Cestoidea]], formavam o grupo Entozoa.<ref name="isbn0-85199-202-1">{{citar livro|autor = Siddiqi MR |título= Tylenchida: parasites of plants and insects |publicado= CABI Pub |local= Wallingford, Oxon, UK |ano= 2000 |páginas= | isbn = 0-85199-202-1 }}</ref>
 
O nome Nematoda, derivado de '''Nematoidea''', originalmente definido por Karl Rudolphi (1808) <ref name="phylumname">{{citar periódico|data=dezembro de 1999|título=The English word "Nema" Revised|url=http://plpnemweb.ucdavis.edu/Nemaplex/General/Phylumname.htm|periódico=Systematic Zoology in Nematology Newsletter|volume=4|páginas=1619|doi=|pmid=|autor=Chitwood BG|número=45}}</ref> vem do do [[grego antigo]] νῆμα (''nêma, nêmatos'', 'filamento') e -eiδἠς (''-eidēs'', 'espécie'). E foi tratado como Nematodes da família por Burmeister (1837).
Nematoidea (ainda contendo nematomorfos) seria reclassificado como [[Família (biologia)|família]] '''Nematodes''' por [[Hermann Burmeister|Burmeister]] em 1837,<ref name="phylumname" /> como ordem '''Nematoda''' por K. M. Diesing em 1861,<ref name="phylumname" /> e como filo Nematoidea por [[Ray Lankester]] (1877).
 
Em sua origem, "Nematoidea" incluí erroneamente tanto os atuais Nematoda quanto os Nematomorpha, atribuídos por von Siebold (1843). Junto com Acanthocephala, Trematoda e Cestoidea, formavam o grupo obsoleto cohecido como '''Entozoa'''<ref>{{Citar livro|url=https://www.worldcat.org/oclc/476051844|título=Tylenchida : Parasites of Plants and Insects.|ultimo=R.|primeiro=Siddiqi, M.|data=2000|editora=CAB International|local=Wallingford|isbn=9780851999432|oclc=476051844}}</ref>, criado por Rudolphi (1808). Eles também foram classificados junto com Acanthocephala no obsoleto filo '''Nemathelminthes''' por Gegenbaur (1859).
A primeira diferenciação dos nematódeos dos nematomorfos, embora errônea, se deve a von Siebold (1843), com as ordens Nematoidea e Gordiacei (esta contendo alguns nematódeos). Vejdovsky (1866) separou adequadamente aos gordiáceos dos nematódeos, criando para os gordiáceos a classe Nematomorpha sob o filo Nemathelmintes.
 
Em 1861, K. M. Diesing tratou o grupo como Ordem Nematoda<ref>{{Citar periódico|ultimo=Chitwood|primeiro=B. G.|data=1957-12-01|titulo=The English Word “Nema” Revised|url=https://academic.oup.com/sysbio/article/6/4/184/1632674|jornal=Systematic Biology|lingua=en|volume=6|numero=4|paginas=184–186|doi=10.2307/sysbio/6.4.184|issn=1063-5157}}</ref>. As primeiras diferenciações dos nematódeos dos nematomorfos, embora equivocadas, se devem a von Siebold (1843), com as ordens Nematoidea e Gordiacei (esta contendo alguns nematódeos) e Ray Lankester (1877) que incluia a família Gordiidae. Porém Vejdovsky (1866) separou claramente aos gordiáceos dos nematódeos, criando para os gordiáceos a classe Nematomorpha no filo Nemathelmintes.
Gegenbaur (1859) propôs o grupo Nemathelminthes, que incluía os Nematoidea, além de outros organismos. Grobben (1910) propôs o grupo Aschelminthes, com uma composição um pouco diferente de Nemathelminthes, incluindo Nematoda e Nematomorpha, dentre outros. Hyman (1951) reagrupou sob Pseudoceolomata os grupos Gastrotricha, Priapulida, Kinorhyncha, Nematoda, Nematomorpha e Rotifera. Tanto Nemathelminthes, Aschelminthes e Pseudoceolomata são hoje obsoletos.
 
Em 1919, Nathan Cobb propôs que os nematódeos deveriam ser reconhecidos isoladamente como filo. Ele argumentou que eles deveriam ser chamados de "nema" em inglês ao invés de "nematóides" e definiu '''Nemates''' como o nome do táxon (ou '''Nemata''' = plural latinizado de "''nema''"), listando Nematoidea ''sensu strictu'' como seu sinônimo<ref>{{citar periódico|ultimo=Cobb|primeiro=Nathan A.|data=1919|titulo=The orders and classes of nemas|url=|jornal=Contributions to a science of Nematology|volume=8|pagina=213–216|acessodata=}}</ref>. No entanto, em 1910 Grobben propôs o filo Aschelminthes com uma composição um pouco diferente de Nemathelminthes. Nele os nematóides foram incluídos na classe Nematoda juntamente as classes Rotifera, Gastrotricha, Kinorhyncha, Priapulida e Nematomorpha (O filo foi posteriormente revivido e modificado por [[:en:Libbie_Hyman|Libbie Henrietta Hyman]] em 1951 como Pseudoceolomata mas permaneceu similar). Tanto Nemathelminthes, Aschelminthes e Pseudoceolomata são hoje obsoletos.
Em 1919, [[Nathan Cobb]] propôs que os nematódeos deveriam ser reconhecidos como um filo separado, '''Nemates''', ou '''Nemata''' (plural em latim de ''nema''). Algumas autores consideram como válido apenas o táxon Nemates ou Nemata Cobb 1919. Entretanto, a designação Nematoda é mais comum na literatura científica atual.
 
Em 1932, Potts elevou a classe Nematoda ao nível de filo, deixando o mesmo nome. Apesar da classificação de Potts ser equivalente à de Cobbs, ambos os nomes foram usados ​​(e ainda são usados ​​hoje) e o termo Nematoda tornou-se popular na ciência zoológica<ref>{{citar web|url=https://nematode.unl.edu/|titulo=(Plant and insect parasitic nematodes) Phylum Nemata|data=|acessodata=29/04/2018|publicado=Nematology Lab at University of Nebraska-Lincoln (UNL)|ultimo=Wilson|primeiro=E. O.}}</ref>. Como Cobb foi o primeiro a incluir os nematóides em um filo separado dos nematomorfos, alguns pesquisadores consideram Nemata como o nome válido par ao táxon, ao invés de Nematoda. Especialmente por causa regra de nomenclatura zoológica que dá prioridade ao termo mais antigo utilizado em caso de sinonímia.
Quanto ao [[Nomenclatura vernácula|nome vulgar]] do grupo, em português, varia bastante: "nemátodos", "nemátodas", "nemátodes", "nematódeos", "nematódios", "nematoides" ou "nemas". O mais utlizado na literatura científica em português é "nematoides", seguido de "nematódeos".<ref name=rezende>REZENDE, Joffre Marcondes de. Nematóides, nematódeos, nematodes, nematodos. ''Revista de Patologia Tropical'', v. 36, n. 3, p. 269-272, 2008, [http://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/3185/17045 link].</ref><ref>''Nematologia Brasileira''. Publicação oficial da Sociedade Brasileira de Nematologia, Piracicaba, 1974-2013, [http://docentes.esalq.usp.br/sbn/nbonline/online.htm link].</ref><ref>Sociedade Brasileira de Nematologia, site oficial, [http://nematologia.com.br/ link].</ref> A partir de critérios de [[etimologia]] e [[estilística]], alguns autores julgam mais preferível o segundo nome, "nematódeos",<ref name=rezende/> porém, deve-se lembrar que o uso de nomes vulgares não é controlado pelo [[ICZN]] (não há um "nome correto", nesse sentido, ficando a escolha do nome a critério do autor), ao contrário do que ocorre com os nomes científicos, latinos.<ref>PAPAVERO, N. (org.) ''Fundamentos Práticos de Taxonomia Zoológica''. 2a ed. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1994. p. 245, [https://books.google.com.br/books?id=QsPOmOV373gClink].</ref>
 
Quanto ao [[Nomenclatura vernácula|nome vulgar]] do grupo, em português, varia bastante: "nemátodos", "nemátodas", "nemátodes", "nematódeos", "nematódiosnematódeos", "nematoides" ou "nemas" ou até mais raramente "nematos". O mais utlizado na literatura científica em português é "nematoides", seguido de "nematódeos".<ref name=rezende>REZENDE, Joffre Marcondes de. Nematóides, nematódeos, nematodes, nematodos. ''Revista de Patologia Tropical'', v. 36, n. 3, p. 269-272, 2008, [http://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/3185/17045 link].</ref><ref>''Nematologia Brasileira''. Publicação oficial da Sociedade Brasileira de Nematologia, Piracicaba, 1974-2013, [http://docentes.esalq.usp.br/sbn/nbonline/online.htm link].</ref><ref>Sociedade Brasileira de Nematologia, site oficial, [http://nematologia.com.br/ link].</ref> A partir de critérios de [[etimologia]] e [[estilística]], alguns autores julgam mais preferível o segundo nome, "nematódeos",<ref name="rezende" /> porém, deve-se lembrar que o uso de nomes vulgares não é controlado pelo [[ICZN]] (não há um "nome correto", nesse sentido, ficando a escolha do nome a critério do autor), ao contrário do que ocorre com os nomes científicos, latinos.<ref>PAPAVERO, N. (org.) ''Fundamentos Práticos de Taxonomia Zoológica''. 2a ed. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1994. p. 245, [https://books.google.com.br/books?id=QsPOmOV373gClink].</ref>
 
== Anatomia dos nematódeos ==
== Filogenia e classificação ==
Os nematódeos foram originalmente classificados como '''Nemata''' por [[Nathan Cobb]], em [[1919]]; mais tarde foram considerados do filo [[Asquelminto|Aschelminthes]], por possuírem uma cavidade preenchida por líquido, que não é um verdadeiro [[celoma]] e, mais recentemente, restaurado o [[estatuto]] de filo dentro do grupo [[Ecdysozoa]], ao qual pertencem também os [[Arthropoda]], por se considerar terem a mesma [[filogenia]].
 
As relações filogenéticas dos nematódeos e seus parentes próximos entre os Metazoários protostômios não estão resolvidas. Tradicionalmente, eles eram considerados uma linhagem própria, mas na década de 1990, eles foram incluídos no grupo '''[[Ecdysozoa]]''' juntamente com outros animais de realizam muda (troca de ecdise), como os artrópodes. Porém, a identidade dos parentes vivos mais próximos do Nematoda sempre foi considerada bem resolvida. Caracteres morfológicos e filogenias moleculares concordam com a colocação dos vermes redondos como um táxon irmão para os Nematomorpha; juntos eles formam o clado '''Nematoida'''. Juntamente com os Scalidophora (anteriormente Cephalorhyncha), os Nematoides formam agrupamento [[Cycloneuralia]], mas muita discordância ocorre entre os dados morfológicos e moleculares disponíveis<ref>{{citar web|url=http://tolweb.org/Bilateria/2459/2002.01.01|titulo=Bilateria. Tree of Life Web Project|data=|acessodata=30/04/2018|publicado=Tree of Life Web Project (TOL)|ultimo=|primeiro=}}</ref>.
 
Apesar de não possuírem partes duras, foram encontrados [[fóssil|fósseis]] de nematódeos do [[período geológico|período]] [[Carbonífero]] (com mais de 280 milhões de anos) mas, uma vez que alguns grupos relacionados com eles foram encontrados em formações do período [[Cambriano]], é provável que eles tenham aparecido no mesmo período (ver [[Explosão Cambriana]]). Têm também sido encontrados nematódeos em [[âmbar]] ([[resina]] fossilizada) da [[era geológica|era]] [[Cenozoica]].
 
{{== Referências}} ==
<references />
 
== Bibliografia ==