Diferenças entre edições de "Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro"

sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 2804:7F5:F480:11CD:E88F:EE1B:B901:2FE3 (usando Huggle) (3.3.3))
Etiquetas: Huggle Reversão
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
O Museu nasceu como entidade civil em 1951, e no ano seguinte foi instalado provisoriamente no [[Edifício Gustavo Capanema|Palácio da Cultura]]. Em dezembro de 1952, a Câmara dos Vereadores aprova proposta de doação de terreno de 40 mil metros quadrados para a instituição. A transferência à sede própria se dá, contudo, em [[1958]], quando é inaugurado seu Bloco Escola. O Bloco de Exposições (prédio principal) foi inaugurado em 1963.
 
O museu foi palco de diversos acontecimentos da vanguarda artística da década de 60, dos Novos Realistas aos Neoconcretos. Ele sediou as mostras ''Opinião 65'', ''Opinião 66'', ''Nova Objetividade'' ([[1967]]) e o ''Salão da Bússola'' ([[1969]]). Foi na mostra ''Nova Objetividade'' que [[Hélio Oiticica]] expôs a sua obra [[Tropicália]], cujo nome deu origem ao [[tropicalismo|Movimento Tropicalista]].
 
Por alguns anos, dentro do Museu, funcionou um estúdio de dublagem, a Technisom.
 
===Incêndio e Reforma===
Utilizador anónimo