Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 08h13min de 8 de maio de 2018
sem resumo de edição
A '''era vitoriana''' no [[Reino Unido]] foi o período do reinado da rainha [[Vitória do Reino Unido|Vitória]], em meados do século XIX, de junho de [[1837]] a janeiro de [[1901]].
 
Este foi um longo período de prosperidade e paz (''[[Pax Britannica]]'') para o povo britânico, com os lucros adquiridos a partir da expansão do [[Império Britânico]] no exterior, bem como o auge e consolidação da [[Revolução Industrial]] e o surgimento de novas invenções. Isso permitiu que uma grande e educada classe média se desenvolvesse. Três grandes fontes do pensamento moderno foram forjadas durante a Era Vitoriana: [[Darwin]], [[Freud]] e [[Marx]]. Apesar dos seus impulsos de modernização na ciência, no mergulho no indivíduo e na dinâmica econômica, esta Era foi marcada também por rígidos costumes[[costume]]s, [[moralismo]] social e sexual, [[fundamentalismo religioso]] religioso e [[Exploração (socioeconomia)|exploração capitalista]].<ref>Francisco Lambert, "[http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0403201023.htm Era Vitoriana uniu moralismo e modernização]". [[Folha de São Paulo]], 04 de março de 2010. Acesso: 08 de maio, 2018.</ref>
 
Alguns estudiosos poderiam estender o início do período à época da aprovação do Ato de Reforma de 1832, como a marca do verdadeiro início de uma nova era cultural. A era vitoriana foi precedida pela era da regência ou período georgiano e antecedeu o [[período Eduardiano]]. A segunda metade da era vitoriana coincidiu com a primeira parte da [[Belle Époque]], ocorrido principalmente na Europa continental.
19 249

edições