Diferenças entre edições de "Imperador Jing de Han"

1 byte adicionado ,  05h18min de 12 de maio de 2018
→‎Final do reinado: Consertar letras.
(→‎Final do reinado: Consertar letras.)
 
Um incidente envolvendo um outro grande potencial herdeiro, o príncipe Wu de Liang, eclodiu em 148 a.C, também. O Príncipe Wu, por causa de suas contribuições para a vitória durante a Revolta dos Sete Estados, foi ainda dado o privilégio de usar as cores e cerimônias imperiais. Membros do seu agregado familiar incentivaram-no a procurar tornar-se príncipe herdeiro. Ele foi favorecido pela imperatriz viúva Dou, mas por oposição dos funcionários, que acreditaram que isso traria instabilidade na dinastia, sua aceitação como tal ficou incerta. Quando o príncipe Wu solicitou autorização para construir uma rodovia diretamente de seu capital [[Suiyang]] a Chang'an, os mesmos funcionários, temendo que a estrada pudesse ser utilizada para fins militares se rebelaram em Liang. O Príncipe Wu mandou matar esses funcionários. O Imperador Jing ficou extremamente irritado e enviou para lá muitos pesquisadores para achar os conspiradores, o príncipe Wu, eventualmente renunciou. O Imperador Jing, com medo de ofender a mãe e ainda carinhoso para o seu irmão, perdoou o príncipe Wu, mas ele deixou de ser considerada como possível herdeiro.
== Final do reinado ==
O final do reinado do imperador Jing foi marcado por um incidente ao qual ele foi profundamente criticado - a morte de Zhou Yafu, que tinha sido determinante na vitória contra o Sete Estados. Zhou, ao se tornar posteriormente [[primeiro-ministro]], ofenderia praticamente todos os poderosos ao redor do Imperador Jing - seu irmão príncipe Liu Wu e sua mãe, a imperatriz viúva Dou (por ter se recusado à salvar primeiro Liang das forças de Wu e Chu), e sua esposa a Imperatriz Wang, e seu irmão Wang Xin (王信), a quem Imperador Jing pretendia tornar um marquês, mas cuja candidatura foi recusada por Zhou. Em torno de 143 a.C, ele estava aposentado, quando o seu filho, em antecipação a sua morte, comprou armaduras e armas de soldados aposentados do arsenal imperial para servir como enfeites no enterro de seu pai. O filho de Zhou se recusou a pagar aos trabalhadores, em retaliação, Zhou foi acusado de traição. Zhou Yafu foi detido e interrogado pelo Imperador Jing, e quando informado que as armaduras e armsarmas eram para fins de enterro, o acusou de "traição subterrânea" - ou seja, pronto para cometer traição contra os espíritos dos imperadores depois que ele morresse. Zhou cometeu suicídio na prisão.
 
O Imperador Jing morreu em 141 a.C.e foi enterrado no mausoléu piramidal de Yangling em Chang'an. Ele foi sucedido pelo Príncipe Herdeiro Che (como Imperador Wu).
Utilizador anónimo