Diferenças entre edições de "Júlio Resende"

240 bytes adicionados ,  08h45min de 15 de maio de 2018
sem resumo de edição
 
==Vida e obra==
Nasceu no número 14 da Rua Actor João das Regras (antiga Travessa de Sá de Noronha), no Porto, juntamente com o seu irmão, o maestro Resende Dias.<ref>Revista GPS, 24 de abril de 2018. "Caminhos de um centenário", pág. 28.</ref><br>
 
Diplomou-se em Pintura em [[1945]] pela [[Escola Superior de Belas-Artes do Porto]]<ref name='Fundação Júlio Resende'>{{citar web|url=http://www.lugardodesenho.org/002.aspx?dqa=0:0:0:29:0:0:-1:0:0&ct=8|título=BIOGRAFIA|acessodata=13 de janeiro de 2014}}</ref>, onde foi discípulo de [[Dórdio Gomes]]. Fez a sua primeira aparição pública em [[1944]] na ''I Exposição dos [[Independentes]]''. Em [[1948]] partiu para [[Paris]]<ref>{{citar web|url=http://noticias.sapo.pt/info/artigo/1187473.html|título=Óbito: Júlio Resende faleceu hoje aos 93 anos|data=21 de Setembro de 2011|acessodata=21 de Setembro de 2011}}</ref>, recebendo formação de [[Duco de la Haix]] e de [[Otto Friez]]. O trabalho produzido em terras [[França|gaulesas]] é exposto em Portugal em [[1949]] e as propostas actualizadas que Resende demonstra são acusadas pelos artistas [[Portugal|portugueses]], definindo a sua vocação de [[expressionismo|expressionista]]. Assimilou algum [[cubismo]], vai construir na sua fase alentejana, e mais tarde no [[Porto]], uma pintura caracterizada pela plasticidade e dinâmica, de malhas triangulares ou quadrangulares, aproximando-se de forma progressiva da não figuração. Do geometrismo ao não figurativismo, do [[gestualismo (pintura)|gestualismo]] ao [[neofigurativo]], a sua arte desenvolve-se numa encruzilhada de pesquisas, cuja dominante será sempre [[expressionismo|expressionista]] e lírica. Pintor de transição entre o figurativo e o abstracto, Resende distingue-se também como professor, trazendo à escola do Porto um novo espírito aos alunos que a frequentaram na [[década de 1960]].