Diferenças entre edições de "Frederico IV, Duque de Saxe-Gota-Altemburgo"

sem resumo de edição
| religião = [[Luteranismo]]
}}
'''Frederico IV, Duque de Saxe-Gota-Altemburgo''' ([[Gota (cidade)|Gota]], [[28 de novembro|28 de Novembro]] de [[1774]] – Gota, [[11 de fevereiro|11 de Fevereiro]] de [[1825]]), foi o último duque de [[Ducado de Saxe-Gota-Altemburgo|Saxe-Gota-Altenburgo]].
 
Era o terceiro filho de [[Ernesto II, Duque de Saxe-Gota-Altemburgo]] e da princesa [[António Ulrico, Duque de Saxe-Meiningen|Carlota de Saxe-Meiningen]].
Quando o seu irmão mais velho, [[Augusto, Duque de Saxe-Gota-Altemburgo|Augusto]] morreu sem deixar herdeiros em 1822, Frederico, o único herdeiro masculino sobrevivente da casa herdou o ducado de Saxe-Gota Altemburgo.
 
Depois de completar o seu treino militar, Frederico lutou nas [[Guerras Napoleônicas|campanhas Napoleónicas]] e ficou gravemente ferido. Por causa destes ferimentos, esteve constantemente doente até à sua morte. Por causa da sua doença, viajava frequentemente à procura de uma cura. Durante essas estadias fora do ducado, deixava o governo nas mãos do seu conselheiro secreto, Bernhard August von Lindenau.
 
Reinou apenas durante três anos e morreu solteiro. Com a sua morte, a linha masculina de Saxe-Gota-Altemburgo ficou extinta e as suas terras foram distribuídas entre os seus parentes da linha Wettin. [[Ernesto I, Duque de Saxe-Coburgo-Gota|Ernesto I, Duque de Saxe-Coburg-Saalfeld]] recebeu Gota, e mudou o seu título para ''Duque de Saxe-Coburgo-GothaGota'', embora os dois ducados permanecessem tecnicamente separados numa união pessoal. Altemburgo passou a ser governado pelo duque de Saxe-Hildburghausen, cujo ducado foi transferido para Saxe-Meiningen juntamente com Saxe-Saalfeld, que Saxe-Coburgo trocou por Saxe-Gota.
 
== Genealogia ==
8 402

edições