Diferenças entre edições de "Grande Mesquita de Alepo"

2 bytes removidos ,  14h00min de 19 de maio de 2018
sem resumo de edição
A mesquita foi iniciada por volta de 715 e foi construída onde era o cemitério da catedral.<ref>George Mitchell, editor, Architecture of the Islamic World, Thames and Hudson, 1978, p.231.</ref> A obra foi iniciada pelo [[califa omíada]] {{lknb|Ualide|I}} e foi concluída por seu sucessor, [[Solimão ibne Abdal Malique|Solimão]], em 717.<ref name="ADL"/>
 
Na segunda metade do {{séc|XI}}, os [[mirdássidas]] controlavam Alepo e construíram uma fonte no pátio da mesquita.<ref>Tabaa, 1997, p.17.</ref> O [[minarete]] de 45 metros de altura da Grande Mesquita foi restaurado por [[Haçane Abul Maomé]], dos [[seljúcidas]], em 1090.<ref>Tabaa, 1997, p.40.</ref> A mesquita foi restaurada e ampliada pelo [[sultão]] [[Nur al-DinNoradine]] em 1169 após um grande incêndio que destruiu a estrutura omíada anterior;<ref name="Syria Gate"/> Mais tarde, os [[mamelucos]] fizeram novas alterações.<ref name="ADL"/>
 
Em 1260, a mesquita inteira foi arrasada pelos [[mongóis]].<ref name="ADL">[http://archnet.org/library/sites/one-site.jsp?site_id=7501 Great Mosque of Aleppo] Archnet Digital Library.</ref><ref>Grousset, Rene, ''The Empire of the Steppes: A History of Central Asia'', (Rutgers University Press, 1991), 362.</ref>