Diferenças entre edições de "Francisco Xavier de Mendonça Furtado"

17 bytes adicionados ,  23h09min de 6 de junho de 2018
sem resumo de edição
{{mais fontes|data=março de 2014}}
[[Ficheiro:Retrato de Francisco Xavier de Mendonça Furtado.jpgpng|miniaturadaimagemthumb|D. Francisco Xavier de Mendonça Furtado]]
'''Francisco Xavier de Mendonça Furtado''' ([[Mercês (Lisboa)]], [[9 de outubro|9 de Outubro]] de [[1701]] - [[Vila Viçosa|Vila Viçosa (Évora)]], [[15 de novembro|15 de Novembro]] de [[1769]]) foi capitão general do Exército e um administrador colonial português. Fundador das cidades de [[Soure (Pará)|Soure]] e [[São Domingos do Capim]], no [[Pará]]. Em [[1758]], Francisco conseguiu a permissão da corte portuguesa para transformar o povoado de [[Macapá]] em vila, além de ajudar com recursos na construção da Igreja de São José, e instalar os poderes Legislativo e Judiciário na capital amapaense.
 
Nascido em 9 de Outubro de 1701, na Rua Formosa (atualmente Rua de O Século), Francisco Xavier era filho de [[Manuel de Carvalho e Ataíde]] e de D. Teresa Luísa de Mendonça e Melo, irmão do [[primeiro-ministro]] [[Sebastião José de Carvalho e Melo|marquês de Pombal]] e do patriarcacardeal e inquisidor-mor [[Paulo António de Carvalho e Mendonça]], foi baptizado na Capela das Mercês em 12 de Outubro de 1701, tendo como padrinho Manuel de Azevedo.
 
Foi governador geral do [[Estado do Grão-Pará e Maranhão]] de [[1751]] a [[1759]] e [[Ministério da Marinha (Portugal)|secretário de Estado da Marinha e do Ultramar]] entre [[1760]] e [[1769]].
7 093

edições