Diferenças entre edições de "Radio Corporation of America"

31 bytes removidos ,  03h30min de 13 de junho de 2018
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 179.232.102.4, com Reversão e avisos
(Renata)
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 179.232.102.4, com Reversão e avisos)
Em 1929 a RCA comprou a [[Victor Talking Machine Company]], fundada em [[1901]], formando a '''RCA Victor''', o mais antigo selo fonográfico da [[América]]. O selo era facilmente identificado pelo famoso [[logotipo]] de um [[Canis lupus familiaris|cachorro]], chamado "Nipper", que olha atentamente para uma concha acústica de um [[fonógrafo]] e escuta a chamada ''Voz do Dono" - His Master's Voice''.
 
A RCA Victor foi responsável pela mais famosa transação comercial da [[história]] da [[música]], quando, em [[1955]], adquiriu o contrato de exclusividade de [[Elvis Presley]] da [[Sun Records]] por 35 mil [[dólar]]es. Outros artistas famosos incluem [[Britney Spears]], [[Enrico Caruso]], [[Little Richard]], [[Jefferson Airplane]], [[David Bowie]], [[Scorpions]], [[The Main Ingredient]], [[Avril Lavigne]], [[Kesha]], [[Adam Lambert]], [[Christina Aguilera]], [[Sam Cooke]] e [[Foo Fighters]] também foram exclusivos da RCA.
 
Em 1987, a RCA Victor foi vendida ao grupo [[Alemanha|alemão]] '''[[Bertelsmann]]''', a [[BMG]], passando a se chamar [[BMG/Ariola]] (por um breve período em 1987 foi denominada [[RCA/Ariola]]) e mais tarde BMG. Em 2004, houve a fusão da BMG com a gravadora japonesa [[Sony Music]], formando assim a [[Sony BMG]]. Em 2008, o grupo Bertelsmann vendeu sua parte à Sony Music, que rebatizou a Sony BMG apenas como Sony Music.
No Brasil, seu recordista em vendas de discos foi [[Nelson Gonçalves]], que permaneceu na gravadora desde 1941 até o final de sua vida em 1998. O cantor havia vendido cerca de 78 milhões de cópias até aquele ano.
 
A RCA Brasil já contratou vários talentos brasileiros como [[Maysa]], [[Vanusa]], [[Carmen Miranda]], [[Luiz Gonzaga]], [[Cauby Peixoto]], [[Chico Buarque]], [[Engenheiros do Hawaii]], [[Latino (cantor)|Latino]], [[Eliana (apresentadora)|Eliana]], [[Carlos Gonzaga]], [[Jacob do Bandolim]], [[Sergio Reis]], [[Os Incríveis (banda)|Os Incríveis]], [[The Fevers]], [[Patrícia e Luciano]], [[Trem da Alegria]], [[Fafá de Belém]], [[Bruno & Marrone]], [[Bezerra da Silva]], [[Obina Shock]], [[Genival Lacerda]], [[José Augusto (cantor)|José Augusto]], [[Maria Creuza]], [[Sá e Guarabira]], [[Gal Costa]], [[Maria Bethânia]], [[Roupa Nova]] e a [[Perla]] (a cantora paraguaia), que graças ao próprio esforço e à gravadora vendeu mais de 30 milhões de discos.
 
A RCA também é conhecida no Brasil por ter ajudado a implantar a televisão no Brasil em [[1950]], graças à iniciativa de [[Assis Chateubriand]].
229 756

edições