Trabalho informal: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
'''Trabalho informal''' é o trabalho sem vínculos registrados na [[carteira de trabalho]] ou documentação equivalente, sendo geralmente desprovido de benefícios como remuneração fixa e [[férias]] pagas. O uso da expressão trabalho informal tem suas origens nos estudos realizados pela [[Organização Internacional do Trabalho]] (OIT) no âmbito do Programa Mundial de Emprego de 1972. Ela aparece, de forma particular, nos relatórios a respeito das condições de trabalho em [[Gana]] e [[Quénia|Quênia]], na África.
 
O trabalho informal é uma das situações de precarização do trabalho, nas palavras da Profa. Dra. Graça Druck: "O conteúdo dessa nova precarização é dado pela condição de instabilidade, insegurança, fragmentação dos coletivos de trabalhadores, e brutal concorrência entre eles"<ref>{{citar livro|título=Riqueza e miséria do trabalho no Brasil|ultimo=DRUCK|primeiro=Graça|editora=Boitempo|ano=2013|local=São Paulo|páginas=55-56|acessodata=20 de junho de 2018}}</ref>.. Normalmente é caracterizado por condições de trabalho ruins e à margem de direitos. Quando o profissional é autônomo, tendo seu escritório, consultório ou ambiente particular onde exerce seu trabalho, isso não ocorre e o mesmo não está inserido em trabalho informal, o que é importante diferenciar. Ele é um profissional liberal. Por ser um emprego que não conta com vínculo empregatício, muitas vezes o trabalho informal é chamado de subemprego ou desemprego disfarçado.
 
== Problemas do Trabalho Informal ==
5

edições