Diferenças entre edições de "Samuel Wainer"

24 bytes adicionados ,  07h27min de 28 de junho de 2018
m
Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes
m (Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes)
Foi o único jornalista brasileiro a cobrir o [[Julgamento de Nuremberg]].
 
Samuel Wainer permaneceu uma figura jornalística importante no Brasil pré-[[Golpe militar de 1964|1964]], sempre ligado ao populismo e contando com a simpatia dos presidentes [[Juscelino Kubitschek]] e [[João Goulart]]. Foi também um mundano consumado, cuja reputação de ''[[dândi]]'' foi muito beneficiada pelo seu casamento com [[Danuza Leão]], então uma jovem modelo, figura cara à alta burguesia do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] e musa boêmia da época.
 
Em 23 de abril de 1964 é publicado discurso do deputado Rubens Requião, feito na
975 861

edições