Abrir menu principal

Alterações

24 bytes adicionados ,  07h39min de 28 de junho de 2018
m
Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes
 
===Década de 1970===
Em 1978, já morando no [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]], sobrevivia fazendo tradução do [[Língua italiana|italiano]] para o português; até que [[Roberto Menescal]] (então produtor da gravadora ''Philips'') deixou um recado debaixo da porta, onde morava com mais sete meninas: “Olhei o bilhete e pensei: ‘Esse cara não é da [[bossa nova]]? Será que ele quer que eu também faça ''[[backing vocal]]'' para ele? Quando atenderam o telefone era "da Phillips"....e eu pensei: ué, será que o R. Menescal trabalha numa loja de Departamentos?".<ref name="Revista Cult"/>
Zizi assinou contrato com a [[gravadora]] [[Philips]], mais tarde ''Polygram'' (atualmente ''[[Universal Music]]''), que lançaria quase todos os discos. Aos 22 anos, gravou o primeiro [[LP]], ''Flor do Mal'' (1978), e o primeiro grande sucesso foi a canção ''Pedaço de Mim'', faixa de um disco de [[Chico Buarque]], autor da canção interpretada num dueto, que também daria título ao segundo álbum da carreira, datado de [[1979]], no qual outras duas canções se destacariam: "Nunca" e "Luz e mistério".<ref name="vitoria">{{citar web |url=http://revistacult.uol.com.br/home/2010/09/em-pedacos-2/ |autor=Redação Folha Vitória|publicado=Folha Vitória |data=09/07/2014 |acessodata=19 de Julho de 2014 |língua= |título=Zizi Possi apresenta seu novo show no Festival de Inverno de Domingos Martins}}</ref> <ref name="radar cultura">{{citar web |url=http://radarcultura.cmais.com.br/conteudo/entrevistas/cantos-e-contos-de-zizi-possi|autor=Alceu Maynard|publicado=Radar Cultura |data=25/09/12 |acessodata=19 de Julho de 2014|título=Cantos e contos de Zizi Possi}}</ref>
 
889 966

edições