Abrir menu principal

Alterações

20 bytes adicionados, 10h44min de 4 de julho de 2018
m
Ainda assim, devido ao uso extensivo desta palavra na [[URSS]], hoje em dia o termo está fortemente associado ao comunismo, formando parte do [[estereótipo]] dos comunistas, como retratados nos filmes e séries de televisão. Na realidade, porém, o uso da palavra "camarada" não era tão comum, e era se reservado a ocasiões formais ou oficiais, assim como nas forças armadas.
 
No caso dos partidos [[socialistas]] e outros movimentos de esquerda, e na [[América Latina]] principalmente por influência da [[Revolução Cubana]], é mais habitual o emprego da saudação ''Compañero'' ou Companheiro. Isto é especialmente notável no caso do [[Partido dos Trabalhadores]] do [[Brasil]] e no movimento [[Sindicalismo|sindicalista]] do [[Grande ABC|ABC]], em [[São Paulo (estado)|São Paulo]].
 
Por outro lado, o uso desta forma de tratamento não se restringe somente a sindicatos e partidos de esquerda: os próprios. E os [[Falange Espanhola|falangistas]] [[Espanha|espanhóis]] utilizam-no para saudar-se, anteposto ao seu nome de guerra. Durante o [[Francisco Franco|franquismo]], era muito comum ler na imprensa espanhola fases como "El Gobernador Civil ''Camarada Fulano de Tal''...".
882 694

edições