Diferenças entre edições de "Jogos Paralímpicos de Inverno"

54 bytes adicionados ,  20h12min de 17 de julho de 2018
O balneário russo de [[Sóchi]] usou a maioria dos locais de competição recém-construídos no [[Parque Olímpico de Sóchi]] e na [[Clareira Vermelha]].<ref name="autogenerated1"/> Durante o período prévio aos Jogos, o IPC demonstrou preocupação em relação a sua realização, declarando publicamente que "não existia condições de acessibilidade na Rússia" (esta frase foi derivada da infame declaração dada por oficiais soviéticos ao abrir mão de sediar os [[Jogos Paralímpicos de Verão de 1980]], quando na época alegaram "que não existiam atletas com deficiência no país"). Motivados por esta situação ocorrida 34 anos antes, os organizadores construíram a infraestrutura seguindo fielmente as normas e especificações pedidas pelo IPC. Dois meses antes dos Jogos, uma inspeção geral foi realizada e alguns erros de acessibilidade foram corrigidos. Os organizadores, juntamente com a cúpula do IPC, esperavam que a realização deste evento no país fosse mudar ideia das autoridades russas em questão a acessibilidade, juntamente com a expectativa de que outras cidades russas seguissem este modelo. O então presidente do IPC [[Philip Craven]] declarou, em entrevista, que Sóchi era a primeira cidade completamente acessível da Rússia, comemorando o fato de que o país havia avançado com relação a 1980.<ref name="bbc-venues">{{citar web|título=Sochi 2014 Paralympics: IPC confident on venue accessibility|url=http://www.bbc.com/sport/0/disability-sport/26317884|obra=BBC Sport|acessodata=3 de março de 2014}}</ref><ref name="guardian-ukraineoc"/>
 
Mesmo com estes avanços e a nova percepção do para-desporto no país (além das relações quanto a acessibilidade),o período prévio aos Jogos de 2014 foi extremamente tenso, uma vez que dia seguinte ao encerramento dos [[Jogos Olímpicos de Inverno de 2014|Jogos Olímpicos de Inverno]] aconteceu a [[Intervenção militar da Rússia na Ucrânia (2014–presente)|Intervenção militar da Rússia na Ucrânia]], forçando o boicote de autoridades dos [[Estados Unidos]] e da [[Grã-Bretanha]], chegando ao ponto da opinião pública britânica fosse favorável ao boicote do evento. Ao mesmo tempo, o IPC estava monitorando a situação, chegando a anunciar que esta ocorrência não iria afetar a participação dos para-atletas ucranianos que já haviam começado a chegar a Sóchi, muito embora o chefe de delegação ucraniana tenha ameaçado desistir dos Jogos (se a tensão aumentasse entre os dois lados). Ainda assim, os atletas ucranianos realizaram diversos protestos indiretos em suas provas, durante esta edição dos Jogos.
 
A Rússia terminou estes Jogos em primeiro lugar no quadro de medalhas, tanto nos ouros obtidos (que somaram 30) quanto no total de pódios conquistados (80), configurando o recorde no total de medalhas conquistadas na história deste evento. O esquiador russo [[Roman Petushkov]] ganhou todos os eventos de sua categoria no esqui cross-country e no biatlo, totalizando 6 medalhas de ouro e se tornando o maior medalhista individual em uma edição na história destes Jogos.<ref name="bbc-romanrecord">{{citar web|título=Sochi Paralympics: Roman Petushkov sets golds record|url=http://www.bbc.com/sport/0/disability-sport/26591726|obra=BBC Sport|acessodata=17 de março de 2014}}</ref><ref name="rt-finalresults">{{citar web|título=Sochi Paralympics Final Day: Russia tops table with record 80 medals, 30 gold|url=http://rt.com/news/paralympics-sochi-medals-record-182/|obra=Russia Today|acessodata=17 de março de 2014}}</ref> Entretanto, foi evidenciado o [[método do desaparecimento positivo|escândalo de doping institucional do governo do país]], que levou a posterior suspensão do Comitê Paralímpico Russo (CPR) e a expulsão da Rússia dos [[Jogos Paralímpicos de Verão de 2016]].<ref>{{citar web|título=Rio Paralympics 2016: Russian athletes banned after doping scandal|url=http://www.bbc.co.uk/sport/disability-sport/37002582|website=BBC Sport|acessodata=7 de agosto de 2016|data=7 de agosto de 2016}}</ref><ref>{{citar web|autor1 =IPC Media Centre|título=The IPC suspends the Russian Paralympic Committee with immediate effect|url=https://www.paralympic.org/news/ipc-suspends-russian-paralympic-committee-immediate-effect|website=paralympic.org|publicado=International Paralympic Committee|acessodata=7 de agosto de 2016|data=7 de agosto de 2016}}</ref><ref>[http://globoesporte.globo.com/paralimpiadas/noticia/2016/08/apos-punicao-no-rio-russia-e-banida-da-paralimpiada-de-inverno-em-2018.html] Após punição no Rio, Rússia é banida da Paralimpíada de Inverno, em 2018</ref>
18 437

edições