Abrir menu principal

Alterações

1 byte adicionado ,  16h35min de 19 de julho de 2018
m
Não há contração quando a preposição introduz oração reduzida de infinitivo.
 
== Literatura e cultura popular ==
Os principais documentos escritos durante a vida de Inocêncio que discorrem sobre o seu reinado, são a ''Gesta Innocentii Papae III'', de um autor anônimo da Cúria Romana que cobre os primeiros onze anos do reinado de Inocêncio, a ''De rebus a se gestis'' de [[Giraldus Cambrensis]], a ''Chronica Andrensis'' de Guillelmus Andrensis, e ''Dialogus miraculorum'' de Caesarius Heisterbachensis. Pouco tempo depois de sua morte, Inocêncio aparece em um relato de [[Santa Lutgarda]] (1182-1246), ao qual afirmou ter tido uma visão mística na qual o pontífice estava no [[purgatório]] implorando por [[indulgência]]s dos vivos e fazendo penitência até o [[Juízo Final]]. [[Dante]] (1265-1321), por sua vez, citou o nome de Inocêncio, na [[Divina Comédia]], no Paraíso, apenas pelopor o papa ter aprovado a Regra de São Francisco (Canto XI do Paraíso), não descrevendo o destino após a morte de Inocêncio.{{sfn|Costa|2017|p=83-84}} Os documentos da sua época, retratam o pontífice como um homem piedoso, correto e moralmente intocável, porém, nunca o consideram um santo.{{sfn|Costa|2017|p=84}}
 
A [[cultura popular]] atual, seja literária ou cinematográfica, reproduziu a imagem política negativa de Inocêncio. Dessa forma, no romance do escritor mexicano Gerardo Laveaga sobre o pontífice - "''El Sueno De Inocencio: Ascenso Y Caida Del Papa Mas Poderoso De La Historia''", ele retrata o papa como alguém faminto por poder, cínico, mentiroso, com tendências homossexuais e ateias. No romance de Laveaga, no fim de sua vida, Inocêncio, não obstante, percebe seus erros, e almejando corrigir suas ações, acaba assassinado em um complô arquitetado por seu próprio sobrinho, Ugolino di Anagni, que mais tarde se tornará o papa Gregório IX. Por sua vez, no livro “O Nome da Águia”, do escritor brasileiro Alexandre Lobão, Inocêncio é retratado como responsável direto pela corrupção da Igreja Católica, tendo criado as bases da Inquisição.{{sfn|Costa|2017|p=82}}