Folha de Londrina: diferenças entre revisões

2 187 bytes removidos ,  28 de julho de 2018
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de Seomartin (VDA https://www.folhadelondrina.com.br/grupofolha/), com Reversão e avisos
(Inserção de link direto para o site do jornal e inserção de história segundo dados do jornal.)
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de Seomartin (VDA https://www.folhadelondrina.com.br/grupofolha/), com Reversão e avisos)
 
É o jornal de grande circulação mais tradicional da região, e prevalece nas classes A e B da sociedade londrinense. Sua base de arrecadação se dá, principalmente, através dos assinantes, que respondem por mais de 90% dos exemplares em circulação diária semanal, exceto aos domingos.
 
==== História ====
 
* Em 13 de novembro de 1948 ia às ruas pela primeira vez o jornal Folha de Londrina, fruto da coragem e ousadia de João Milanez e seu sócio, o jornalista Correia Neto.
* A história da Folha de Londrina confunde-se com a história de desenvolvimento da cidade. Na década de 50, quando Londrina viveu uma grande expansão no número de moradores, passando de 20 para 75 mil em apenas 10 anos, a Folha de Londrina deixou de ser um jornal semanal e tornou-se um diário com oito páginas e notícias internacionais na primeira página.
* Na mesma década, a Folha adquiriu uma impressora rotativa, que permitia a impressão para grandes tiragens de papel de bobinas.
* Na década 60, quando surgiram na cidade os primeiros conjuntos habitacionais, a Folha de Londrina torna-se o terceiro jornal do país a adquirir uma impressora offset.
* Na década de 80, enquanto a cidade realizava melhorias significativas no planejamento urbano, a Folha de Londrina investia na informatização de toda a produção do jornal e também na aquisição de um novo e ágil Parque Gráfico. Com a modernização, o jornal passou a ser impresso em cores.
* Nos anos 90, Londrina torna-se a terceira mais importante cidade do Sul do país e a Folha de Londrina entra para a história do jornalismo mundial, ao ser o primeiro jornal do mundo a receber a certificação ISO 9002, tendo a qualidade de seu produto reconhecida internacionalmente. No ano de 98, a Folha comemorava 50 anos de jornalismo consistente e de credibilidade. Em 1999, José Eduardo de Andrade Vieira assume a superintendência da Folha de Londrina.
* Com a chegada do novo milênio, a Folha de Londrina inova mais uma vez ao adquirir o moderno sistema de impressão CTP (Computer to Plate), onde a chapa de impressão é gerada digitalmente, permitindo além de uma resolução perfeita, maior agilidade para a produção editorial e de anúncios.
* Atualmente a Folha de Londrina está em 253 municípios do estado do Paraná sendo 100% dos municípios de Londrina e sua tiragem é de 35.000 exemplares dia.
 
== Ligações externas ==
* {{Link||2=http://www.folhaweb.com.br/quemsomos/ |3=História da Folha de Londrina}}
*[https://www.folhadelondrina.com.br/ Site do Jornal Folha de Londrina]
*{{Link||2=http://www.folhaweb.com.br/quemsomos/ |3=História da Folha de Londrina}}
 
{{esboço-mídia}}
229 756

edições