Diferenças entre edições de "Colossas"

1 542 bytes adicionados ,  15h08min de 30 de julho de 2018
inserindo tópicos e predefinições
(→‎Referências: Correção de erro ortográfico)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
(inserindo tópicos e predefinições)
{{Info/Sítio arqueológico
{{sem-notas|data=Agosto de 2013}}
|nome = Colossos
[[Imagem:Mikharkhangel3.jpg|thumb|200px|''O milagre de [[Miguel (arcanjo)|São Miguel]] em Conas'', um [[ícone russo]] do {{séc|XV}}]]
|nome_alt =
|nome_nativo = {{lang|el|Κολοσσαί}}
|imagens_tamanho =
|imagem = [[File:1 longuner - panoramio.jpg|300px]]
|imagem_tamanho =
|legenda =
 
|mapa =
'''Colossas'''<ref>{{Citar livro | titulo=Topónimos e Gentílicos | ultimo=Fernandes | primeiro=Ivo Xavier | editora=Editora Educação Nacional, Lda. |volume=I | local=Porto | ano=1941 }}</ref> ({{langx|la|''Colossae''}}; também conhecida como Conas (''Chonae'') ou Cona, atual [[Honaz]]), era uma [[cidade]] antiga da [[Frígia]], no [[rio Lico]], um afluente do [[rio Meandro]] (atual [[Rio Büyük Menderes|Büyük Menderes]]). Estava situada cerca de 20&nbsp;km ao norte de [[Laodiceia no Lico]], próximo à grande estrada que ligava [[Éfeso]] ao [[Eufrates]]. O lugar, localizado na atual [[Anatólia]] na [[Turquia]], na {{il-suf|província|de|Denizli}}, nunca foi escavado.
|mapa_tamanho =
|mapa_legenda =
 
|mapa_alfinete = Turquia
==História==
|mapa_alfinete_tamanho =
Em [[396 a.C.]], durante as [[Guerras Persas]], o [[sátrapa]] [[Tisáfernes]] foi atraído a Colossas e morto por um agente do grupo de [[Ciro, o Jovem]]. [[Plínio o Velho|Plínio]] conta que a lã de Colossas deu seu nome (colossino) à cor da flor do [[Cyclamen|ciclame]]. Durante o [[Helenismo|período helenista]], a cidade adquiriu certa importância mercantil, embora tenha diminuído consideravelmente em importância e tamanho por volta do {{séc|I}}.
|mapa_alfinete_legenda =
|mapa_alfinete_posição =
|latd= 37|latm= 47|lats= 20|latNS=N
|longd= 29|longm= 15|longs= 41|longEW=E
|coord_título =
|coord_tipo =
|coord_escala =2500000
|país ={{TUR}}
|região_legenda =
|região =
|região1_legenda =
|região1 =
|região2_legenda =
|região2 =
|altitude =
|area_m2 =
|área_km2 =
 
|região_histórica_legenda = [[Região histórica]]
Não parece que [[Paulo de Tarso|São Paulo]] tenha visitado esta cidade quando ele escreveu sua [[Epístola aos Colossenses]], já que ele diz a [[Filémon (Bíblia)|Filémon]] de sua esperança de poder visitar a cidade quando tivesse sido liberto da prisão ({{citar bíblia|Filémon|1|22}}). Parece que [[Epafras]] foi o fundador da [[Igreja em Colossas]].
|região_histórica = [[Frígia]]
|fundação =
|abandono =
|período_legenda =
|período =
|civilização_legenda =
|civilização =
|império_legenda =
|império =
|estado_legenda = [[Província romana]]
|estado = [[Ásia (província romana)|Ásia]]
|cidade_legenda =
|cidade =
 
|fase1_legenda =
Esta cidade entrou em declínio (possivelmente devido a um terremoto) e a cidade [[bizantina]] de Conas (Chonæ; Χῶναι) ocupou um sítio próximo às suas ruínas. Segundo a literatura clássica, bizantina e medieval indica que parte ou todo o sítio original de Colossas mudou de nome para Cona ou Conas. A cidade foi o lugar de nascimento dos escritores gregos bizantinos [[Nicetas Coniates|Nicetas]] e [[Miguel Coniates]].
|fase1 =
|fase1_período1 =
|fase1_período2 =
 
|escavações =
|arqueólogos =
|condição =
|administração_legenda =
|administração =
|acesso_público =
|site =
|notas =
}}
 
'''Colossas''' ou '''Colossos'''<ref>{{Citar livro | titulo=Topónimos e Gentílicos | ultimo=Fernandes | primeiro=Ivo Xavier | editora=Editora Educação Nacional, Lda. |volume=I | local=Porto | ano=1941 }}</ref> ({{langx|la|''Colossae''}}; também conhecida como Conas (''Chonae'') ou Cona, atual [[Honaz]]), era uma [[cidade]] antiga da [[Frígia]], no [[rio Lico]], um afluente do [[rio Meandro]] (atual [[Rio Büyük Menderes|Büyük Menderes]]). Estava situada cerca de 2015&nbsp;km ao nortesudeste de [[Laodiceia no Lico(Frígia)|Laodiceia]], próximo à grande estrada que ligava [[Éfeso]] ao [[Eufrates]]. OSuas lugarruínas, localizadolocalizadas na atual [[Anatólia]] na [[Turquia]], na {{il-suf|província|de|Denizli}} na [[Turquia]], nunca foiforam escavadoescavadas.
 
== História ==
Em [[396 a.C.]], durante as [[Guerras Persas]], o [[sátrapa]] [[Tisáfernes]] foi atraído a Colossas e morto por um agente do grupo de [[Ciro, o Jovem]]. [[Plínio o Velho|Plínio]] conta que a lã de ColossasColossos deu seu nome (colossino) à cor da flor do [[Cyclamen|ciclame]]. Durante o [[Helenismo|período helenista]], a cidade adquiriu certa importância mercantil, embora tenha diminuído consideravelmente em importância e tamanho por volta do {{séc|I}}.
 
Esta cidade entrou em declínio (possivelmente devido a um terremoto) e a cidade [[bizantina]] de Conas (Chonæ; Χῶναι) ocupou um sítio próximo às suas ruínas. Segundo a literatura clássica, bizantina e medieval indica que parte ou todo o sítio original de ColossasColossos mudou de nome para Cona ou Conas. A cidade foi o lugar de nascimento dos escritores gregos bizantinos [[Nicetas Coniates|Nicetas]] e [[Miguel Coniates]].
 
== O cristianismo na cidade ==
Não parece que o[[Paulo de Tarso|SãoApóstolo Paulo]] tenha visitado esta cidade quando ele escreveu sua [[Epístola aos Colossenses]], já que ele diz a [[Filémon (Bíblia)|FilémonFilemon]] de sua esperança de poder visitar a cidade quando tivesse sido liberto da prisão ({{citar bíblia|Filémon|1|22}}). Parece que [[Epafras]] foi o fundador da [[Igrejaigreja em Colossas]]Colossos.
 
==Artes==
[[Imagem:Mikharkhangel3.jpg|thumb|200px150px|esquerda|''O milagre de [[Miguel (arcanjo)|São Miguel]] em Conas'', um [[ícone russo]] do {{séc|XV}}]]
Na arte russa e bizantina, o tema ''Milagre do Arcanjo Miguel em Conas'' está intimamente relacionado com o lugar. A tradição [[Igreja Ortodoxa|ortodoxa]] conta que pagãos direcionaram um rio contra o santuário de São Miguel lá existente para destruí-lo, mas o [[Miguel (arcanjo)|Arcanjo Miguel]] apareceu e rompeu com um relâmpago uma rocha para redirecionar o rio, movendo o fluxo para longe da igreja e santificando para sempre a águas que vinham do desfiladeiro. A [[Igreja Ortodoxa]] celebra uma festa em comemoração deste evento no dia 6 de setembro. O {{ilc|Mosteiro do Milagre||Mosteiro Chudov|Monastério Chudov}} (Mosteiro Chudov) no [[Kremlin]], em [[Moscou]], onde os [[czar]]es russos eram batizados, foi dedicado à Festa do Milagre em Conas.
 
* {{link|1=|2=http://www.westsrbdio.org/prolog/my.html?month=September&day=6|3=Comemoração dos Milagres do Santo Arcanjo Miguel|4=www.westsrbdio.org}}
 
{{Portal3|Arqueologia|Cristianismo|Grécia Antiga|Roma Antiga}}
{{esboço-arqueologia}}
[[Categoria:Sítios arqueológicos da Turquia]]
[[Categoria:Lugares do Novo Testamento]]
[[Categoria:Cidades da Grécia Antiga]]
7 620

edições