Abrir menu principal

Alterações

355 bytes removidos, 20h42min de 2 de agosto de 2018
sem resumo de edição
{{Revisão}}
{{Em manutenção}}
<!-- GeoID=1502772 -->
<!-- Cabeçalho -->
=== Década de 2000 ===
 
Em 2000 [[Sebastião Curió]], embora tenha sido homenageado com seu nome no próprio município, é eleito pela primeira vez como prefeito. Um das suas primeiras, e mais controversas ações, foi a demissão de praticamente todo o corpo funcional de Curionópolis, inclusive concursados estáveis, sob a alegação de "estado de emergência".<ref>{{citar notícia|url=https://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u19998.shtml |data=22 de janeiro de 2001 |autor=Indriunas, Luís. |título=Prefeito de Curionópolis (PA) decreta estado de emergência |jornal=Folha de S. Paulo}}</ref> Em seu governo, de 2001 a 2008, haviam acusações de existência de [[grupo de extermínio|grupos de ação]] contra "pessoas indesejáveis". Seu estilo personalista e autoritário ao administrar a coisa pública chegou a ser comparado como o "último resquícioquinhão da [[Ditadura militar no Brasil (1964–1985)|ditadura militar]]".<ref name="Nossa"/>
 
No ano de 2001, Curionópolis volta ao noticiário em função do assassinato do sindicalista Antonio Clênio Cunha Lemos, na sede do Singbras, nas proximidades do Estádio Municipal, região conhecida como Jacarezinho; o crime nunca foi esclarecido.<ref>{{citar notícia|url=https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,juiz-manda-soltar-assassino-confesso-de-garimpeiro,20021217p54472 |título=Juiz manda soltar assassino confesso de garimpeiro |data=17 de dezembro de 2002 |jornal=O Estado de S. Paulo}}</ref> O próprio Lemos era acusado de assassinato de dois outros garimpeiros, nas disputas de poder pelo controle do sindicato.<ref>{{citar notícia|autor=Simionato, Maurício. |url=http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1911200221.htm |título=Serra Pelada: Curió será ouvido sobre assassinato |jornal=Folha de S. Paulo |data=19 de novembro de 2002 |local=São Paulo}}</ref>
=== Década de 2010 ===
[[Imagem:Avenida Presidente Vargas, em Curionópolis.jpg|thumb|esquerda|200px|Avenida Presidente Vargas, no bairro Jardim Panorama, em 2018.]]
Em 2012,Desde o patronoano dade cidade2012, [[Sebastiãoquando Curió]] foi denunciado pelo Ministério Público de Marabá pelopelos [[sequestro]]seus de cinco pessoascrimes durante a [[Ditadura Militar no Brasil|Ditadura Militar]]ditadura, na região do Araguaia. Para a organização [[Human Rights Watch]] trata-se de um passo histórico do Brasil.<ref name="el pais">{{citar notícia|url=http://internacional.elpais.com/internacional/2012/03/15/actualidad/1331806721_771043.html|titulo=Brasil se dispone a juzgar al primer militar por crímenes durante la dictadura|data=15 de março de 2012|publicado=El Pais|acessodata=16/03/2012}}</ref> Desde então tornou-se forte o movimento que pede a mudança de nome da cidade, assim como de vários lugares cujo nome homenageia pessoas ligadas à ditadura militar no Brasil. Caso mude sua denominação, o município passaria a se chamar "Serra Leste" ou "Cristalino", em alusão a doissua dosdenominação principais referenciais geográficos e geológicos damais localidadeprimitiva.
 
Devido à recente valorização do ouro no mercado internacional após a [[Grande Recessão]], muitos garimpos até então desativados, passaram a ser reabertos. Entre 2007 e 2014 a empresa de mineração [[Canadá|canadense]] Colossus Minerals Inc. se associou à COOMIGASP, formando a ''[[joint venture]]'' Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral (SPCDM), que explorou de forma mecanizada o ouro de Serra Pelada.<ref>{{citar notícia|url=http://www.suacidade.com/serra-pelada-deve-voltar-produzir-ouro-em-2012 |título=Serra Pelada voltará a produzir ouro em 2012 |jornal=SuaCidade.com/Portal R7 |data=23 de dezembro de 2011}}</ref><ref>{{citar noticia|url=https://www.cartacapital.com.br/sociedade/serra-pelada-voltara-a-produzir-ouro-em-2012 |título=Serra Pelada voltará a produzir ouro em 2012 |jornal=Carta Capital |autor=Macedo, Danilo. |data=23 de dezembro de 2011}}</ref><ref>{{citar notícia|url=http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/05/120529_ouro_corrida_jf_ac.shtml |título=América do Sul vive nova corrida ao ouro |jornal=BBC Brasil |autor=Fellet, João. |data=30 de maio de 2012}}</ref> Entretanto, a empresa Colossus declara falência no [[Canadá]] e se retira da parceria na empresa SPCDM em 2014. A COOMIGASP passa por seguidas intervenções judiciais ao mesmo tempo. A mina é oficialmente fechada em 2014.<ref>{{citar notícia|url=http://pebinhadeacucar.com.br/mineradora-de-serra-pelada-colossus-vai-a-falencia/ |título=Mineradora de Serra Pelada Colossus vai à falência |publicado=Portal Pebinha de Açúcar |data=19 de fevereiro de 2014}}</ref> As denúncias e as investigações sobre as SPCDM pautam-se sobre desvios de dinheiro,<ref>{{citar notícia|url=https://epoca.globo.com/tempo/noticia/2014/03/bcpib-investigara-suspeitas-sobre-cooperativa-e-mineradora-em-bserra-peladab.html |título=CPI investigará cooperativa e mineradora em Serra Pelada |data=18 de março de 2014 |publicado=Revista Época |autor=Rocha, Marcelo.}}</ref> evasão e contrabando de ouro.<ref>{{citar web|url=https://acervo.racismoambiental.net.br/2014/01/19/serra-pelada-garimpeiros-acusam-mineradora-colossus-de-contrabando-de-ouro-e-outros-minerios/ |título=Serra Pelada: garimpeiros acusam mineradora Colossus de contrabando de ouro e outros minérios |data=19 de janeiro de 2014 |autor=Begonha, Beth. |publicado=Blog Combate Racismo Ambiental}}</ref>
 
Outros projetos minerais reacenderam a economia municipal a partir de 2010, sendo que, o principal destes, é o "Serra Leste", de ferro, que alçou Curionópolis ao terceiro lugar em arrecadação de [[Departamento Nacional de Produção Mineral#Arrecadação|CFEM]], e; o outro projeto, que ainda está em implantação, é o "Cristalino", de exploração de cobre.<ref>{{citar web|url=http://www.hiroshibogea.com.br/instabilidade-no-garimpo-pode-inviabilizar-o-futuro-de-curionopolis/ |título=Instabilidade no garimpo pode inviabilizar o futuro de Curionópolis |publicado=Hiroshi Bogéa Online |autor=Bogéa, Hiroshi. |data=31 de agosto de 2013}}</ref><ref>{{citar web|url=http://www.diarioonline.com.br/noticia-144398-para-na-lideranca-mineral-com-o-cobre.html |título=Pará na liderança mineral com o cobre |publicado=Diário Online |data=20 de abril de 2011}}</ref>
<!--
 
== Economia ==
=== Agricultura, pecuária e extrativismo ===
=== Indústria e mineração ===
=== Comércio e serviços ===
-->
== Infraestrutura ==
[[Ficheiro:Rodovia PA-275 em Curionópolis.jpg|thumb|200px|esquerda|Rodovia [[PA-275]], em 2017, no bairro Da Paz, em Curionópolis.]]
=== Ruas e avenidas ===
Os principais logradouros da sede municipal são as Avenidas Brasil e Governador Carlos Santos, além das Ruas Tucupi (centro comercial), Açaí e Samaúma. As Avenidas Pará, Maranhão, Minas Gerais e Presidente Vargas também têm importância relativa.
<!--
 
== Cultura e lazer ==
=== Manifestações culturais ===
=== Lazer ===
=== Esportes ===
-->
{{Referências|col=2}}
{{Esboço-municípiosbr/Pará}}