Abrir menu principal

Alterações

69 bytes removidos ,  18h38min de 7 de agosto de 2018
→‎Saída do Partido dos Trabalhadores: 2003? Crise no PT? Fontes.
 
Heloísa e demais militantes foram expulsos do [[Partido dos Trabalhadores|PT]] em [[14 de dezembro]] de [[2003]].<ref>{{citar web|url=http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u56449.shtml|titulo=Expulsa do PT, Heloísa Helena diz que "não chora mais" |autor=Folha.com|data=14 de dezembro de 2003|acessodata=14 de dezembro de 2003}}</ref>
Evidenciados pelo momento de crise em que o [[Partido dos Trabalhadores|PT]] passava, essesEsses membros, liderados por Heloísa Helena{{carece fontes}}, perceberam ser o momento certo para a construção de um [[Partido Socialismo e Liberdade|novo partido de esquerda a ser referencia para os trabalhadores brasileiros]]. Assim nascia o [[PSOL]]. Quadros importantes continuaram no partido, suas intenções iniciais foram, disputar o comando do partido a romper com ele. Porém, posteriormente, ao serem derrotados no PED (Processo de Eleições Diretas), que decidiam as direções partidárias, com a candidatura de [[Plínio de Arruda Sampaio]], outra tendência também migra para o PSOL, a [[Ação Popular Socialista]] (APS) de [[Ivan Valente]].
 
Tendo lutado veementemente contra a decisão do [[Partido dos Trabalhadores|PT]], a senadora teve ao seu lado a defesa do também senador [[Eduardo Suplicy]]. Após o fato, declarou: