Abrir menu principal

Alterações

8 bytes removidos, 00h10min de 10 de agosto de 2018
sem resumo de edição
{{Finanças}}
{{Ver desambig|prefixo=Este artigo está relacionado a uma crise precedida por uma política econômica brasileira. Se procura|encilhamento em cavalos|arreio}}
A '''Crise do Encilhamento''' foi uma [[bolha de crédito|bolha econômica]] (bolha de crédito) que ocorreu no [[Brasil]], entre o final da [[Império do Brasil|Monarquia]] e [[República Velha|início da República]], e estourou durante a [[República da Espada|PrimeiraRepública Ditadurada BrasileiraEspada (1889-1894)]],<ref>Schulz, 1994. Páginas 183-84.</ref> desencadeando então uma [[crise financeira]] e institucional.{{harvRef|Carvalho|2004|p=}}<ref>Ibidem, Schulz, 1994.</ref> O então Ministro da Fazenda [[Ruy Barbosa]], sob a justificativa de estimular a industrialização no país, adotou uma política baseada em créditos livres aos investimentos industriais garantidos pelo aumento da emissão de papel-moeda.<ref>{{citar web|url=http://www.brasilescola.com/historiab/encilhamento.htm|título=Encilhamento |publicado=Brasil Escola|acessodata=5 de janeiro de 2013}}</ref>
 
Pelo modo em que o processo foi legalmente estruturado e gerenciado, junto com a expansão dos capitais financeiro e industrial vieram desenfreada [[especulação financeira]] em todos os mercados e forte [[inflação|alta inflacionária]], causadas pela desconfiança oriunda de determinadas práticas no mercado financeiro,{{harvRef|name="car20"|Carvalho|1987|p=20}} como excesso de [[Oferta pública inicial|lançamento de ações]] sem lastro, e posteriores [[Oferta pública de aquisição|ofertas públicas de aquisição]] visando o [[Empresa de capital fechado|fechamento de capital]].