Abrir menu principal

Alterações

73 bytes adicionados ,  16h56min de 13 de agosto de 2018
m
sem resumo de edição
{{sem-notas|data=outubro de 2010| arte=| Brasil=| ciência=| geografia=| música=| Portugal=| sociedade=|1=Este artigo ou secção|2=|3=|4=|5=|6=}}
[[Ficheiro:Le Moustier sup.jpg|thumb|200px|right|Abrigo de ''Le Moustier.'']]
'''Musteriense''' ou '''musteriana''' é uma [[cultura]] englobada dentro do [[Paleolítico Médio]], na qual domina o [[Homem de Neandertal|homem-de-neandertal]], com umas datas compreendidas entre {{fmtn|300000}} e {{fmtn|40000}} [[B.P. ]]
 
O seu nome procede do [[abrigo rochoso]] de [[Le Moustier]] (na região da [[Dordonha]], [[França]]), onde [[Gabriel de Mortillet]] descobriu em [[1860]] uma [[indústria]] lítica pré-histórica, associada com os [[Fóssil|fósseis]] de ''Homo neanderthalensis'' encontrados em [[1907]].
 
As ferramentas musterienses eram feitas pelos [[neandertal|neandertais]] em datas compreendidas entre {{fmtn|300000}} [[a.C.]] e {{fmtn|40000}} a.C., antes dos [[humano]]s modernos chegarem à [[Europa]] entre {{fmtn|70000}} a.C. e {{fmtn|32000}} a.C.
 
Ferramentas de pedra similares têm sido encontradas em toda a Europa sub-ártica e também no [[Oriente Médio]] e norte da [[África]].
 
==Classificação==
O Musteriense acostuma dividir-se em vários grupos. A seguinte divisão sistematizada foi realizada por [[François Bordes]], baseando-se nas indústrias que há em abrigos e cavernas do sudoeste francês e algumas dos loess e [[terraço]]s do norte da [[França]]. Os tipos de musteriense estabelecidos são os seguintes:
 
* [[Musteriense de tradição Acheulense]], subdividido em tipos A e B:
** [[Musteriense de tradição Acheulense tipo A]], caracterizado pela existência de um determinado tipo de [[biface]]s.
 
==Expansão==
Na [[Europa ocidental]] abundam os restos da cultura musteriense, cujo conhecimento aprofundou-se com os achados da [[Serra de Atapuerca]]. Na "Sima do Elefante" apareceram instrumentos líticos do tipo musteriense associados ao [[Homem de Neandertal|Homem-de-neandertal]], com fósseis de [[cavalo]]s e [[cervo]]s; enquanto, na "gran Dolina" o nível TD10 assinala a transição entre o [[Acheulense]] e o Musteriense, há por volta de 350 000{{fmtn|350000}} anos. Mais em cima, nos níveis TD11 e TD12, com cerca de 300 000{{fmtn|300000}} anos de antiguidade, aparecem utensílios sobre lasca de tamanho pequeno e mediano, e núcleos de extrações centrípetas bastante padronizados. Do mesmo [[volume]] de pedra tirava-se maior quantidade de gume. Esta técnica é associada no restante da Europa aos Neandertalenses.
 
Encontraram-se em [[Navarra]] alguns utensílios na [[Serra de Urbasa]], destacando-se os de Coscobilo, em Olazagutia, que apresenta com frequência o sílex em placas. Em [[Andaluzia]] apareceram restos na caverna de Carigüela. [[França]] amostra o maior número de vestígios musterienses. Na [[Itália]] registram-se vários achados e em [[Croácia]], o de [[Condado de Krapina-Zagorje|Krapina]].
241

edições