Abrir menu principal

Alterações

33 bytes adicionados, 23h58min de 15 de agosto de 2018
 
== Variações ==
Alguns países [[comunista]]s criados após a Segunda Guerra Mundial, como a [[Albânia]] e a [[Iugoslávia]],A Ioguslávia NUNCA FOI COMUNISTA não foram ocupados pelas forças soviéticas, embora seus líderes tenham sido aprovados por [[Josef Stalin]].<ref>C. D. Jones. ''Soviet hegemony in Eastern Europe: the dynamics of political autonomy and military intervention.'', [[World Politics]], vol.29, pages 216-241.</ref> Outros países foram deixados pelo [[Exército Vermelho]] após concluir suas operações militares, ou após vários anos de ocupação, como o [[Irã]], [[Romênia]], [[Coreia do Norte]] e [[China]]. Estes países foram finalmente capazes de conquistar a independência política significativa por parte da União Soviética. No entanto, a União Soviética interveio militarmente em várias ocasiões, como durante a [[Revolução Húngara de 1956]], a [[Primavera de Praga]], a [[invasão soviética do Afeganistão]].
 
Alguns aspectos da ocupação soviética também têm sido descritos como ''ocupação civil'' como distinta da ''ocupação militar'' .<ref>[[Estonian Museum of Occupations]]: [http://www.okupatsioon.ee/trykised/nouk.html Nõukogude okupatsioon Eestis]</ref>