Abrir menu principal

Alterações

11 bytes removidos ,  00h11min de 16 de agosto de 2018
→‎Patriarcado do Ocidente (extinto): usar a expressão portuguesa, que não necessitará de ligação a mais explicações
Na [[Pentarquia]] formulada pelo [[imperador bizantino]] [[Justiniano I]] (527–565), o imperador designou como patriarcado para o [[bispo de Roma]] toda a Europa cristianizada (incluindo quase toda a moderna [[Grécia]]), com exceção de uma pequena área à volta de [[Constantinopla]] e ao longo da costa do [[Mar Negro]]. Ele ainda incluiu neste patriarcado a porção ocidental do [[norte da África]]. O sistema de Justiniano recebeu reconhecimento formal no [[Concílio Quinisexto]] de 692, que a [[Santa Sé|sé de Roma]], contudo, não reconhece.
 
Os papas do passado utilizavam ocasionalmente o título de '''patriarca do ocidente''' sem defini-lo claramente. A partir de em 1863, o título passou a aparecer no "[[Anuário Pontifício]]", que, em 1885, tornou-se uma publicação semi-oficial da Santa Sé. Na edição de 2006, o título foi suprimido. O [[Pontifício Conselho para Promoção da Unidade Cristã]] explicou a decisão num ''[[press release]]''comunicado emitido no final do mesmo ano, que afirmou que o título havia se tornado ''"obsoleto e praticamente inútil"'' e que era ''"sem sentido insistir na sua manutenção"''. Desde o [[Concílio Vaticano II]], a [[Igreja Latina]], com a qual o título poderia ser mais facilmente associado, passou a ser organizada como diversas [[conferência episcopal|conferências episcopais]] e seus agrupamentos internacionais.<ref>{{citar web|url = http://www.zenit.org/en/articles/communique-on-title-patriarch-of-west| publicado = ZENIT News Agency| título = Communiqué on title 'Patriarch of the West'| língua = inglês}}</ref>
{{Âncora|Patriarca latino}}
 
249

edições