Diferenças entre edições de "Gálatas 4"

21 bytes adicionados ,  20h03min de 16 de agosto de 2018
m
sem resumo de edição
(criando a página)
 
m
 
== Estrutura ==
'''I. A defesa da doutrina da justificação pela fé sem as obras da Lei''' (continuação de [[Gálatas 2]])
A [[Tradução Brasileira|Tradução Brasileira da Bíblia]] organiza este capítulo da seguinte maneira<ref>{{citar web|url=https://www.bible.com/pt/bible/277/GAL.4.TB10|titulo=Gálatas 4, Tradução Brasileira da Bíblia|data=|acessodata=|publicado=YouVersion - Life.Church|ultimo=|primeiro=}}</ref>:
:1. Ao mostrar os prejuízos dos que renunciam à fé em Cristo e voltam ao legalismo (continuação de [[Gálatas 3]])
* Gálatas 4:1-7 - Não somos mais escravos, mas filhos
::a) Perda da bênção de sua herança como filhos de Deus e retorno ao cativeiro do cerimonialismo, v. 1-10
* Gálatas 4:8-11 - Os ritos exteriores sem valor
::b) Perda do sentido da apreciação das obras realizadas a favor deles, v. 11-16
* Gálatas 4:12-20 - Paulo está perplexo
::c) Risco de se converterem em filhos de Abraão segundo a carne, em vez de se tornarem filhos da promessa, v. 19-31
* Gálatas 4:21-31 - Sara e Agar são uma alegoria das duas alianças
{{Referências}}
== Ligações externas ==
12 979

edições