Diferenças entre edições de "António Barreto"

185 bytes adicionados ,  02h07min de 18 de agosto de 2018
Em princípio da [[década de 1960]], deixou os estudos de [[Direito]] e partiu para a [[Suíça]], onde se estabeleceu em [[1963]]. Neste país, viria a [[Licenciatura|licenciar-se]] em Economia Social, pela [[Universidade de Genebra]], no ano de [[1968]].
 
Findo o curso, foi assistente da mesma universidade, até [[1970]], ano em que passou a dedicar-se exclusivamente à investigação, integrando o Instituto de Pesquisas das [[Organização das Nações Unidas|Nações Unidas]] para o Desenvolvimento Social. Fez parte desse Instituto desde [[1969]] até [[1974]]. Em [[1985]], voltaria à [[Universidade de Genebra]], para realizar o [[doutoramento]] em [[Sociologia]]. A sua tese intitula-se ''L’État et la société civile au Portugal: révolution et réforme agraire en Alentejo, 1974-1976'', e encontra-se publicada em [[Portugal]] desde [[1986]].
 
Regressado a [[Portugal]] no período da [[Revolução de 25 de Abril de 1974]], tornou-se investigador no Gabinete de Estudos Rurais da [[Universidade Católica Portuguesa]], função que desempenhou até [[1982]]. Nesse ano, ingressou no [[Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa]], onde se manteve até à jubilação, em [[2009]]<ref name="ics.ulisboa.pt">[http://www.ics.ulisboa.pt/instituto/?ln=p&pid=15&mm=5&ctmid=6&mnid=1&doc=31809901190 ICS]</ref>.
Utilizador anónimo