Diferenças entre edições de "Viena"

27 bytes adicionados ,  00h46min de 24 de agosto de 2018
(→‎Infraestrutura: - inclui referência)
Evidências arqueológicas mostram que já no [[Paleolítico]], pessoas habitavam constantemente a região de Viena e, a partir do período [[neolítico]], a Bacia de Viena foi habitada continuamente. A partir da [[Idade do Bronze]], houve na região várias cremações, mas também traços de liquidação. Um assentamento celta chamada Vedúnia ("córrego da floresta") também é um dos conhecimentos históricos que se tem sobre a área. A presença humana na atual Viena parece ter sido de origem [[celta]] (ca. {{AC|500|x}}).{{carece de fontes|data=julho de 2015}}
 
No {{séc|I}}, os [[Roma Antiga|romanos]] ocuparam a região onde hoje está o centro da cidade de Viena, perto do rio Danúbio, onde um acampamento militar ([[Castro (Roma Antiga)|castro]]) conectava os civis com a cidade, para proteger a fronteira da província de [[Panônia]], chamando-a de 'Vindobona'. Ainda hoje é possível ver nas ruas do primeiro distrito ([[Innere Stadt]]) o curso do Muro e as ruas do acampamento. Os romanos permaneceram até o {{séc|V}} na região. O acampamento legionário romano ficava bem a leste do Império Romano do Ocidente e, portanto, era parte da área explorada pelas [[Migrações dos povos bárbaros|migrações bárbaras]].{{carece de fontes|data=julho de 2015}}
 
No período medieval, Viena estava quase limitada ao Berghof, onde se realizava a viticultura. A primeira menção na Idade Média foi feita em 881, nos anais Salzburgo, onde ''apud Weniam'' realizou uma batalha contra os magiares, embora não esteja claro se foi na cidade ou na Bacia de Viena. Com a vitória do rei franco [[Otão I|Otto I, o Grande]] ao longo dos [[magiares]], em 955 na [[Batalha de Lechfeld]], o desenvolvimento de Viena, bem como da Áustria, se iniciou.{{carece de fontes|data=julho de 2015}}
520

edições