Diferenças entre edições de "Heráclio (filho de Constante II)"

207 bytes removidos ,  06h23min de 26 de agosto de 2018
sem resumo de edição
[[Imagem:Iustinianus II solidus 691840.jpg|esquerda|thumb|240px|[[Soldo (moeda)|Soldo]] de [[Justiniano II]] datável de seu primeiro reinado {{nwrap|r.|685|695}}]]
 
Durante todo o processo, Heráclio permaneceu sob estrita vigilância e foi apenas o fato de ele demonstrar não saber de nada sobre a revolta e também de não expressar nenhum desejo de governar junto com o irmão que salvou sua vida, permitindo que mantivesse seus títulos e estatutos.{{sfn|Canduci|2010|p=198}} Ainda assim, o fato de ele e Tibério serem o foco de um complô para derrubar Constantino os fez suspeitos aos olhos do imperador sênior; também, o imperador fazia questão de elevar seu próprio filho, o futuro [[Justiniano II]].{{sfn|Hoyland|2012|p=173-174}} Em algum momento entre 16 de setembro e 21 de dezembro de 681, Constantino ordenou a [[Mutilação política na cultura bizantina|mutilação]] dos irmãos, cortando-lhes o nariz e ordenando que suas [[efígie|imagens]] não mais aparecessem nas moedas e documentos oficiais.{{sfn|Grierson|1968|p=513}} Depois disso, Tibério e o irmão desapareceram do registro histórico.
 
{{referências|col=2|refs=
 
* {{Citar livro|sobrenome=Bury|nome=John Bagnell|título=A History of the Later Roman Empire from Arcadius to Irene|ano=1889|editora=MacMillan & Co.|isbn=1-60520-405-6|volume=2|ref=harv}}
 
* {{Citar livro|sobrenome=Canduci|nome=Alexander|título=Triumph & Tragedy: The Rise and Fall of Rome's Immortal Emperors|ano=2010|editora=Pier 9|isbn=978-1-74196-598-8|ref=harv}}
 
* {{Citar livro|sobrenome=Hoyland|nome=Robert|título=Theophilus of Edessa's Chronicle|ano=2012|ref=harv}}