Diferenças entre edições de "Grau Fahrenheit"

221 bytes adicionados ,  11h27min de 28 de agosto de 2018
Incluída referência
m (Foram revertidas as edições de 189.84.214.134 (usando Huggle) (3.3.5))
Etiquetas: Huggle Reversão
(Incluída referência)
[[File:Countries that use Fahrenheit.svg|thumb|350px|{{legend|#33cc66|Países que utilizam a escala Fahrenheit}}
{{legend|#cccccc|Países que utilizam a escala Celsius}}]]
O '''grau fahrenheit''' (símbolo: '''°F''') é umaa [[Unidade de medida|unidade]] da escala de [[temperatura]] proposta por [[Daniel Gabriel Fahrenheit]] em 1724. Nesta escala o ponto de [[1724Fusão (física)|fusão]] da [[água]] é de 32&nbsp;°F e o ponto de ebulição é de 212&nbsp;°F. NestaUma escala:diferença de 1,8&nbsp;°F é igual a uma diferença de 1 [[grau Celsius|°C]].<ref>{{citar livro |título=Princípios de Física |último1=Serway |primeiro1=Raymond A. |último2=Jewett, Jr. |primeiro2=John W. |volume=2 |local=São Paulo |editora=Thomson |ano=2004 |página=560 |isbn=85-221-0413-1}}</ref>
* o ponto de [[Fusão (física)|fusão]] da [[água]] (0&nbsp;°C) é de 32&nbsp;°F.
* o ponto de ebulição da [[água]] (100&nbsp;°C) é de 212&nbsp;°F.
Uma diferença de 1,8&nbsp;°F é igual a uma diferença de 1 [[grau Celsius|°C]].
 
Esta escala foi utilizada principalmente pelos [[país]]es que foram colonizados pelos [[Império Britânico|britânicos]], mas seu uso atualmente se restringe a poucos países de [[língua inglesa]], como os [[Estados Unidos]] e [[Belize]].
 
Observe que houve um erro de 2&nbsp;°C no valor encontrado, o que não é pouco, mas obtivemos uma boa noção da temperatura, em vez de ficarmos (as pessoas não acostumadas com a escala Fahrenheit) sem a menor noção dela.
 
== Bibliografia ==
* MEDEIROS, A. The historical development of the Fahrenheit scale and the imaginary of Physics teachers and students. '''Cad. Bras. Ens. Fís.''', v. 24, n. 2: p. 155-173, ago. 2007.
 
== Ver também ==
* [[Unidade inglesa]]
 
{{Referências}}
 
== Bibliografia ==
* MEDEIROS, A. The historical development of the Fahrenheit scale and the imaginary of Physics teachers and students. '''Cad. Bras. Ens. Fís.''', v. 24, n. 2: p. 155-173, ago. 2007.
 
== Ligações externas ==