Diferenças entre edições de "SEMA (revista)"

64 bytes adicionados ,  12h28min de 28 de agosto de 2018
m
sem resumo de edição
m
m
O primeiro número (Primavera 1979) foi dedicado às vanguardas e ao surrealismo em Portugal, com colaborações de Ana Hatherly, Ernesto Melo e Castro, Cruzeiro Seixas, Ernesto de Sousa e Eugénio de Andrade, entre outros. O segundo número (Verão 1979) debate cultura e contracultura, com a participação de Alberto Carneiro, Jorge de Sena, Miguel Esteves Cardoso e Manuel Hermínio Monteiro (o então editor da Assírio & Alvim), entre outros. O terceiro número (Outono 1979) é dedicado às revistas de artes & letras com nomes como António Ramos Rosa e Al Berto. O quarto e último número (Maio 1982) é tão rico em colaborações e perspectivas actuais da cultura portuguesa, que pode ser considerado um estado da arte no início da década de 1980.<ref name=":0" />
 
O encerramento da revista, em Maio de 1982, foi celebrado com uma festa na qual se montou "Urraca, a serpente voadora", a peça de grande escala de [[José Nuno da Câmara Pereira]], na fachada da sede da “Mobil Portuguesa”, na Rua Castilho, em Lisboa.<ref>{{citar livro|url=|título=Artes plásticas e crítica de arte em Portugal nos anos 70 e 80: vanguarda e pós-modernismo. 2.ª edição|ultimo=NOGUEIRA|primeiro=Isabel|editora=Imprensa da Universidade de Coimbra|ano=2015|local=Coimbra|página=36|páginas=|acessodata=28 de Agosto de 2018}}</ref>
 
A colecção completa desta publicação é bastante rara. Por ocasião do fim do projecto, foi feita uma edição limitada com caixa para guardar os quatro números da revista. Cada caixa incluía um trabalhos original de um artistas na capa, entre os quais António Campos Rosado, Jorge de Sena e Manuel Rosa.
78

edições