Diferenças entre edições de "Vitória Cadmeana"

2 bytes removidos ,  07h41min de 29 de agosto de 2018
sem resumo de edição
m (ajustes usando script)
 
 
O evento é atribuído a [[Cadmo]] (Grego: ''Kadmos''), o lendário fundador da cidade de [[Tebas (Grécia)|Tebas]] e da região da [[Beócia]] e introdutor do [[alfabeto]] na [[Grécia]].<ref>Howatson, M. C. (Ed.) The Oxford Companion to Classical Literature, 2nd ed. New York: Oxford University Press, 2006. p. 105.</ref> De acordo com a [[mitologia grega]], Cadmo, na tentativa de estabelecer a cidade, exigiu aos seus seguidores que lhe trouxessem água divina de uma fonte guardada por um dragão-d'água, em forma semelhante à [[Hidra de Lerna]]. Cadmo enviou os seus seguidores para assassinarem o dragão, tendo todos eles morrido. Apesar de Cadmo eventualmente ter reclamado vitória, esta acabou por ser obtida à custa das vidas de todos os homens que seriam preponderantes na colonização da terra.<ref>Morford, Mark P. O. & Lenardon, Robert J., Classical Mythology, 7th ed. New York: Oxford University Press, 2002. p. 4.</ref>
 
 
Este sentimento ''agridoce'' de vitória tornou-se desde então significativamente popular nas narrativas épicas, fantásticas e fictícias ocidentais. A vitória cadmeana é também, de certa forma, referenciada na pequena piada relativa à carteira e ao dinheiro: a pessoa possui o dinheiro para comprar uma carteira, mas ao comprá-la deixa de ter dinheiro para pôr na carteira, tornando-a inútil.
 
A expressão "vitória cadmeana", de resto, foi entrando em desuso, tendo sido amplamente substituída pela expressão "[[Vitória pírrica|"Vitória Pírrica"]]", que possui uma conotação semelhante.
 
 
== Ver também ==
Utilizador anónimo