Abrir menu principal

Alterações

1 byte adicionado, 09h42min de 29 de agosto de 2018
m
Foram revertidas as edições de 2804:7F2:2782:8108:E575:C247:592C:CC04 para a última revisão de Salebot, de 17h07min de 16 de agosto de 2018 (UTC)
[[Imagem:Fungi in Borneo.jpg|thumb|Os fungos na árvore são decompositores.]]
Em [[ecologia]], chamam-se '''decompositores''' aos [[seres vivos]] [[Heterotrofismo|heterótrofos]], como algumas [[bactéria]]s, [[fungo]]s e [[protozoários]], que "atacam" os [[cadáver]]es, [[excremento]]s, restos de [[vegetais]] e, em geral, [[matéria orgânica]] dispersa no [[substrato]], [[decomposição|decompondo-a]] em [[sal|sais]] [[mineral|minerais]], [[água]] e [[dióxido de carbono]], que são depois reutilizados pelos [[produção primária|produtores]], num processo natural de [[reciclagem]]<ref>[http://ecologia.ib.usp.br/labtrop/lib/exe/fetch.php?media=labtrop:equipe:juliana:ic_.doc/ Vendrami, Juliana Lopes (2008) “Produtividade e decomposição de serrapilheira foliar em fragmentos de Floresta Atlântica do Estado de São Paulo” no site do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo] acessado a 6 de julho de 2009</ref>.
 
Na ausência de decompositores, os nutrientes ficam retidos na matéria orgânica, sendo impossibilitados de retornar ao solo. Além do grande acumulo de matéria orgânica, a falta de decompositores prejudicaria as plantas, pois impediria a extração e fixação dos nutrientes do solo.<ref>{{Citar web|url=http://cienciabr.org/2010/decompositores/|titulo=Decompositores - CiênciaBR|data=2010-04-19|acessodata=2016-07-26|lingua=pt-BR}}</ref>