Diferenças entre edições de "Piratbyrån"

2 bytes removidos ,  17h26min de 7 de setembro de 2018
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Em 2008 o Piratbyrån publicou um relatório intitulado Piratbyrån - Atividades do Escritório Pirata 2007 que começa com a seguinte descrição da organização:
"O Piratbyrån não é uma organização, pelo menos não primariamente. Antes de tudo, o Piratbyrån é dêsdesde doo seu início em 2003 um diálogo permanente. Nós refletimos sobre questões referentes a cópia, estrutura da informação e cultura digital. Dentro do grupo, usando nossas diferentes experiências e habilidades, e também diariamente com outras pessoas. Esse diálogo frequentemente gera diferentes tipos de atividade" [5]
O Piratbyrån recebeu um prêmio de distinção no Prix Ars Electronica em 2009 [6] [7] A declaração dos jurados disse:
"Nos últimos seis anos o Piratbyrån tem sido capaz de criar um espaço discursivo que habilita indivíduos e atores coletivos a serem ouvidos, e significativamente expande o gama de opiniões que alcançam o debate público sobre direitos autorais. Para avançar nesse diálogo, eles tem usado uma grande gama de técnicas, inovadoras, experimentais e muitas vezes cômicas - como também meios tradicionais como discussões públicas, entrevistas e publicação. O resultado desse debate tem sido multi-facetado tocando o tecnológico (The Pirate Bay) ao artístico (turnê de ônibus pela Europa para o Manifest 08) ao político (Partido Pirata). Com recursos muito limitados, o Piratbyrån conseguiu galvanizar um movimento político que já tem moldado o desenvolvimento da cultura digital e das políticas públicas na Suécia e por toda Europa, avançando os limites do que é possível. Piratbyrån almeja nada menos do que fundamentalmente questionar as mais básicas categorias - ex. distinção entre produtor e consumidor - a partir do qual compreendemos cultura para poder investigar se e como elas se aplicam a condição digital. Piratbyrån não alega poder oferecer uma solução para esse assunto extremamente complexo; questiona porém a suposição de que o direito autoral oferece um solução de tamanho único para a produção cultural, que agora precisa ser trocada por uma outra solução unificada. Tudo isso tem sido feito com muita dedicação e sob um risco pessoal considerável, mesmo assim eles nunca se esqueceram que o humor e a ironia são as armas mais fortes disponíveis para os produtores culturais.
 
== BitTorrent tracker ==
Utilizador anónimo