Abrir menu principal

Alterações

1 byte removido, 16h10min de 13 de setembro de 2018
[[Miguel Servet]] foi um [[cientista]] e [[reformador]], primeiro a descrever a [[circulação pulmonar]],<ref>{{Citar web |url=http://www.godglorified.com/christianismi_restitutio.htm |título=Texto de Servet "CHRISTIANISMI RESTITUTIO", em que expôe suas idéias teológicas e sobre a circulação pulmonar, site "God Glorified" {{en}} |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> condenado à morrer na fogueira por suas idéias teológicas pelo Conselho de Genebra. A relação entre Servet e Calvino inicia-se em 1553, quando Servet publicou uma obra religiosa com exibições anti-trinitárias, intitulada ''Restituição do Christianismo'', um trabalho que rejeitou a ideia de [[predestinação]] e que Deus condenava almas para o [[inferno]], independentemente do valor ou mérito. Deus, insistiu Servet, não condenaria ninguém, Calvino, que havia recentemente escrito o resumo de sua doutrina em ''Institutas da Religião Cristã'', considerou o livro de Servet um ataque a suas teorias, e enviou uma cópia de seu próprio livro como resposta. Servet prontamente devolveu, cuidadosamente anotando observações críticas. Servet escreveu a Calvino "''eu não te odeio, nem te desprezo, nem quero vos perseguir, mas eu gostaria de ser tão duro como o ferro, quando eis que insultaste a doutrina com som e audácia tão grande''".
 
As respostas de Calvino ficaram cada vez mais violentas, até que ele parou de falar com Servet.<ref name = "Downton">Downton, [http://web.archive.org/web/20040610215638/http://home.messiah.edu/~kdownton/NatureOfAuthority.pdf ''An Examination of the Nature of Authority''], Chapter 3.</ref> Servet enviou diversas outras cartas, maismas Calvino se recusou à respondê-las e considerou-as heréticas. <ref> Will Durant <cite> ''The Story of Civilization: The Reformation'' </cite> Chapter XXI, page 481</ref> Posteriormente Calvino demonstrou suas opinões sobre Servet, quando escreve ao seu amigo [[Guilherme Farel]] em 13 de fevereiro de 1546:
<blockquote> Servet acaba de me enviar um volume considerável dos seus delírios. Se ele vir aqui (...), se minha autoridade valer algo, eu nunca lhe permitiria sair vivo ("''Si venerit, modo valeat mea autoritas, patiar nunquam vivum exire''"). <ref>Ibid., 2</ref></blockquote>
 
Utilizador anónimo