Diferenças entre edições de "Pórtico dos Deuses"

30 bytes removidos ,  00h00min de 14 de setembro de 2018
sem resumo de edição
== História ==
O Pórtico dos Deuses foi encomendado pelo [[imperador romano]] [[Domiciano]]<ref name="Ball">Samuel Ball Platner, ''[http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Gazetteer/Places/Europe/Italy/Lazio/Roma/Rome/_Texts/PLATOP*/Divorum.html#templum A Topographical Dictionary of Ancient Rome]'', Oxford University Press, Londra, 1929, pagg. 152-153.</ref>, como confirma o historiador [[Eutrópio (historiador)|Eutrópio]]:
{{citação2|[[Domiciano]] realizou muitas obras em Roma, entre elas o Capitólio e o [[Fórum Transitório]], o Pórtico dos Deuses, [e os templos] de [[Templo de Ísis no Campo de Marte|Ísis]] e de [[Templo de Serápis (Roma)|Serápis]] e o [[Estádio de Domiciano|estádio]].|[[Eutrópio (historiador)|Eutrópio]]|''[[Breviarium ab Urbe condita|Breviarium Historiae Romanae]]'', VII, 23}}
 
Depois do século IV não há mais referências ao pórtico e presume-se que tenha sido demolido para que fossem aproveitados seus materiais de construção. Apesar disto, seu nome se conservou como ''"Diburi"'' ou ''"Diburo"'' (de ''"Divorum"'') em documentos medievais relativos ao mosteiro de ''San Ciriaco in Camilliano'' (onde hoje está a igreja de ''[[Santa Maria in Via Lata]]'')<ref name="Ball"/>.
198 339

edições