Abrir menu principal

Alterações

181 bytes adicionados ,  15h11min de 25 de setembro de 2018
sem resumo de edição
{{Info/Taxonomia
|nome = ''Handroanthus albus''
|imagem = 01_Handroanthus_albus.jpg
|correino = lightgreen[[Plantae]]
|reinodivisão = [[PlantaeMagnoliophyta]]
|divisãoclasse = [[MagnoliophytaMagnoliopsida]]
|subclasse = Asteridae
|classe = [[Magnoliopsida]]
|ordem = [[Lamiales]]
|subclasse = Asteridae
|ordemfamília = [[LamialesBignoniaceae]]
|género = ''[[Handroanthus]]''
|família = [[Bignoniaceae]]
|espécie = '''''H. albus'''''
|género = ''[[Handroanthus]]''
|espéciebinomial = ''H.Handroanthus albus''
|binomial_autoridade = {{Smallcaps|([[Adelbert von Chamisso|Cham.]]) Mattos}}
|binomial = ''Handroanthus albus''
| sinónimos =
|binomial_autoridade =
| sinónimos =
 
* ''Tabebuia alba'' (Cham.) Sandwith
* ''Tecoma alba'' Cham.
 
}}
O '''ipê-amarelo''', também conhecido no Brasil como '''aipê''', '''ipê-branco''', '''ipê-mamono''', '''ipê-mandioca''', '''ipê-ouro''', '''ipê-pardo''', '''ipê-vacariano''', '''ipê-tabaco''', '''ipê-do-cerrado''', '''ipê-dourado''', '''ipê-da-serra''', '''ipezeiro''', '''pau-d’arco-amarelo''', '''taipoca''' ou apenas '''ipê''' ([[nome científico]]: '''''Handroanthus albus''''') é uma árvore do gênero ''[[Handroanthus]]''.<ref name="IPEF">{{Citar web |url=http://www.ipef.br/identificacao/tabebuia.alba.asp |título=Tabebuia alba (Ipê-Amarelo) |data=10 de julho de 2006 |acessodata=24 de outubro de 2016 |publicado=Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (IPEF)}}</ref><ref name="Plantlist">{{citar web | url=http://www.theplantlist.org/tpl1.1/record/kew-317129|título=''Handroanthus albus''|acessodata=2 de agosto de 2014|data= 2010|publicado= The Plant List|língua=inglês}}</ref><ref name="Tropicos">{{citar web | url=http://www.tropicos.org/Name/50127498|título=''Handroanthus albus''|editor=Tropico|acessodata=2 de agosto de 2014|autor=Missouri Botanicaal Garden|data= 2014|língua=inglês}}</ref> Pode atingir 30 metros de altura e 60 centímetros de diâmetro, e é [[caducifólia]].<ref name= "IPEF"/><ref name="SCIELO">{{Citar web |url=http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-67932009000100010|título=Las especies nativas y exóticas de Tabebuia y Handroanthus (Tecomeae, Bignoniaceae) en Argentina |data=28 de outubro de 2008 |acessodata=24 de outubro de 2016 |língua=es |titulotrad=As espécies nativas e exóticas do gênero Tabebuia e Handroanthus na Argentina.}}</ref> A floração amarela inicia no final de agosto, a espécie é hermafrodita, a frutificação ocorre entre setembro e fevereiro, dependendo da região, árvores cultivadas começam a se reproduzir com três anos.<ref name= "IPEF"/>
26 843

edições