Diferenças entre edições de "Graf"

119 bytes removidos ,  19h33min de 29 de setembro de 2018
Copidesque
(Copidesque)
''Landegrave'' ({{Lang-de|''Landgraf'' - feminino ''Landgravine''}}) foi um título nobiliárquico usado por vários [[conde]]s do [[Sacro Império Romano-Germânico]] desde o {{séc|XII}}.<ref>{{citar web |url=https://global.britannica.com/topic/landgrave|título=Landgrave|autor=<!--Staff writer(s); no by-line.--> |data= |obra=Encyclopædia Britannica |publicado= The Editors of Encyclopædia Britannica|acessodata= 18/09/2016|citacao=Landgrave, feminine landgravine, a title of nobility in Germany and Scandinavia, dating from the 12th century,}}</ref>
 
O primeiro território a ter um landegrave foi a [[Turíngia]] e o título foi conferido à família Ludowing em 1130 pelo [[Lista de imperadores do Sacro ImpérioImperador Romano-Germânico|imperador]] [[Lotário II do Sacro Império Romano-Germânico|Lotário II]]. <ref>{{citar web |url=https://global.britannica.com/topic/landgrave|título=Landgrave|autor=<!--Staff writer(s); no by-line.--> |data= |obra=Encyclopædia Britannica |publicado= The Editors of Encyclopædia Britannica|acessodata= 18/09/2016|citacao=The first landgraviate was Thuringia (conferred on the Ludowing family in 1130 by King Lothar II).}}</ref>
 
Importante ressaltar que na sua origem, e por muitos séculos, os ''landegraves'' tinham jurisdição sobre um território. <ref>{{citar web |url=http://www.merriam-webster.com/dictionary/landgrave|título=Landgrave|autor=<!--Staff writer(s); no by-line.--> |data= |obra=Merriam-Webster|publicado= |acessodata= 18/09/2016|citacao=a German count having a certain territorial jurisdiction — }}</ref>
 
Os ''landegraves'' da [[Alta Alsácia|Alta]] e da [[Baixa Alsácia]], assim como os de [[Brisgóvia]] ({{Lang-de|''Breisgau''}}), adquiriram o título porque os seus condados correspondiam aos antigos condados do [[Império Carolíngio]]. Havia ainda landegraves da [[Turíngia]] e de [[Hesse]]. Dava-se ainda o título de ''landegrave'', a magistrados que faziam justiça em nome do [[Lista de imperadores do Sacro ImpérioImperador Romano-Germânico|imperador]].
 
Os termos originais latinos eram ''comes provincialis'', ''comes patriae'', ''comes terrae'', ''comes magnus''.
 
=== ''Reichsgraf'' e ''Gefürsteter Graf'' ===
Um ''Reichsgraf'' ({{Lang-de|''Reichsgraf''}}) era um nobre cujo título de "conde" era conferido ou confirmado pelo [[Lista de imperadores do Sacro ImpérioImperador Romano-Germânico|imperador]] do [[Sacro Império Romano-Germânico]], e significa "conde imperial", i.e., um conde do [[Sacro Império Romano-Germânico]].
 
Desde a época [[Feudalismo|feudal]] qualquer conde cujo território estava dentro do império e sob a jurisdição imediata (''Reichsfreiheit'') do imperador com um voto compartilhado no ''[[Reichstag (Sacro Império)|Reichstag]]'' foi considerado membro da nobreza superior (''Hochadel'') na Alemanha, entre os príncipes (''Fürsten'') duques (''Herzog|Herzöge''), [[Príncipe-eleitor|eleitores]], e o próprio imperador.<ref name="Velde">{{citar web|url= http://www.heraldica.org/topics/national/hre.htm#Evolution|título= Heraldica.org|acessodata= 2008-03-04|último = Velde|primeiro = François|data= 2008-02-13|obra= The Holy Roman Empire}}</ref> Um conde que não era um ''Reichsgraf'' era provavelmente um dono legal de um [[feudo]] (''Afterlehen'') - ele estava sujeito à autoridade imediata de um príncipe do império, tal como um duque ou príncipe eleitor.
 
Porém, os imperadores ocasionalmente outorgavam o título de ''Reichsgraf'' a súditos e estrangeiros que não possuíam e não recebiam territórios imediatos - ou, às vezes, território algum.<ref name="Velde"/> Tais títulos eram puramente honoríficos.
 
Em português, ''Reichsgraf'' é usualmente traduzido simplesmente como "conde" e é combinado com um sufixo territorial (ex.: [[Conde da Holanda]], [[Reuss (estado)|Conde Reuss]]), ou um sobrenome [[Fugger (família)|Fugger|Conde Fugger]], [[Maximilian Ulysses Browne|Conde von Browne]]. Mas, mesmo depois da abolição do Sacro Império Romano-Germânico em 1806, os ''Reichsgrafen'' mantiveram procedência acima dos demais condes na Alemanha. Aqueles que tiveram [[imediatidade imperial]] sob a [[Mediatização Alemã]] retiveram, até 1918, status e privilégios equivalente aos membros da [[dinastia]] reinante.
 
Um ''gefürsteter Graf'' ("conde principesco") é um ''Reichsgraf'' de nível principesco, mas não de título, pelo imperador.
* ''Raugrave'' (''Raugraf''), em latim ''comes hirsutus'', depois a partir das características montanhosas do terreno.
 
O primeiro ''raugrave'' foi o conde Emich I (falecido em 1172). A dinastia acabou no século XVIII. O título foi adquirido posteriormente pelo [[eleitor do PalatinatoPalatinado]] [[Carlos I Luís, Eleitor Palatino|Carlos I Luís]] que comprou as propriedades, e depois de 1667 foi propriedade dos filhos do segundo casamento de Carlos, que casou com Marie Louise von Degenfeld.
 
{{referências|col=2}}
40 101

edições