Diferenças entre edições de "Billie Holiday"

1 785 bytes adicionados ,  03h29min de 4 de outubro de 2018
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Possível conteúdo ofensivo
 
== Carreira ==
Sua vida como cantora informal começou em [[1930]]. Estando mãe e filha ameaçadas de despejo por falta de pagamento de sua moradia, Billie, saiseu ànome ruaque emusava desesperona noite como garota de programa, nadecide buscaprocurar uma outra ocupação menos sofrível, e realizar seu sonho de algumtrabalhar dinheirocom [[música]]. EntrandoEla, então, entrou em um [[bar]] dono [[Harlem]], ofereceuoferecendo-se como dançarina[[dança]]rina, mostrando-semas umnão agradou o desastrepúblico. Penalizado, o [[piano|pianista]] perguntou-lhe se sabia cantar, a então jovem Eleanora disse que nunca, mas que era seu sonho. BillieAo cantoucantar pela primeira vez, foi aplaudida de pé, e saiu de lá com um emprego fixo, onde cantaria somente aos finais de semana. Embora não fosse isto que esperava, aceitou, e para conseguir mais dinheiro, continuou a trabalhar na noite como profissional do sexo.
[[Ficheiro:Billie Holiday, Downbeat, New York, N.Y., ca. Feb. 1947 (William P. Gottlieb 04251).jpg|thumb|left|225px|Billie Holiday, apresentando-se em fevereiro de 1947, Nova Iorque.]]
 
BillieA jovem nunca teve educação formal de música, jamais pôde estudar, e sendo auto-ditada, seu aprendizado das [[melodia]]s se deu ouvindo [[Bessie Smith]] e [[Louis Armstrong]].
 
Após três anos cantando neste bar do Harlem e em diversasoutros casasda mesma região, atraiu a atenção do crítico de música John Hammond, atravésque deencantou-se quempela voz potente da jovem, achando um desperdício uma mulher talentosa estar cantando informalmente na noite. Ele, frequentador assíduo do bar, logo ficou amigo dela, pois pagava mais para ela cantar músicas que ele escolhia. Ele então a levou a um estúdio, onde Billie, nome que já se apresentava espontaneamente, gravou seu primeiro [[disco]], com a ''big band'' de [[Benny Goodman]]. Era o real início de sua carreira., em [[1933]], sendo um grandioso sucesso de vendas seu primeiro disco, o Começouque a possibilitou comprar um [[apartamento]], deixando definitivamente a vida como garota de programa e cantora informal. Passou a ganhar altos cachês para cantar em diversas casas noturnas doconceituadas Harlemde (Nova York), onde adotou seu nome artístico.
 
Cantou com as ''big bands'' de [[Artie Shaw]] e [[Count Basie]]. E foi uma das primeiras negras a cantar com uma banda de brancos, em uma época de [[segregação racial nos Estados Unidos]] ([[anos 1930]]). Consagrou-se apresentando-se com as orquestras de [[Duke Ellington]], Teddy Wilson, [[Count Basie]] e [[Artie Shaw]], e ao lado de [[Louis Armstrong]].
Billie Holiday foi uma das mais comoventes cantoras de jazz de sua época. Com uma voz etérea, flexível e levemente rouca, Sua dicção, seu fraseado, a sensualidade à flor da voz, expressando incrível profundidade de emoção, a aproximaram do estilo de [[Lester Young]], com quem, em quatro anos, gravou cerca de cinquenta [[canção|canções]], repletas de swing e cumplicidade. [[Lester Young]] foi quem lhe apelidou "Lady Day".
 
Billie Holiday foi uma das mais comoventes cantoras de jazz de sua época. Com uma voz etérea, flexível e levemente rouca, Sua dicção, seu fraseado, a sensualidade à flor da voz, expressando incrível profundidade de emoção, a aproximaram do estilo de [[Lester Young]], com quem, em quatro anos, gravou cerca de cinquenta [[canção|canções]], repletas de swing e cumplicidade. [[Lester Young]] foi quem lhe apelidou de "Lady Day".
A partir de [[1940]], apesar do sucesso, Billie Holiday, sucumbiu ao [[álcool]] e às [[droga]]s, passando por momentos de depressão, o que se refletia em sua voz.
 
A partir de [[1940]], apesar do sucesso, Billie Holiday, que enfrentava uma profunda [[transtorno depressivo maior|depressão]] desde a [[infância]], sucumbiu ao [[alcoolismo]] e às [[drogas ilícitas|drogas]], devido a seus relacionamentos amorosos não darem certo, passando por diversas tentativas de [[suicídio]] e vontade de abandonar a carreira artística. Todo seu peso emocional se refletia em sua voz grave e emotiva.
Pouco antes de sua morte, Billie Holiday publicou sua autobiografia em [[1956]], ''Lady Sings the Blues'', a partir da qual foi feito um filme, em [[1972]], tendo [[Diana Ross]] no papel principal<ref name="Biography.com"/>.
 
Pouco antes de suaseu mortefalecimento, Billie Holiday publicou sua autobiografia em [[1956]], ''Lady Sings the Blues'', a partir da qual foi feito um filme, em [[1972]], tendo [[Diana Ross]] no papel principal<ref name="Biography.com"/>.
 
== Vida Pessoal ==
Billie foi casada por três vezes: De [[1941]] a [[1947]] com Jimmy Monroe, de [[1951]] a [[1957]] com Joe Guy e de [[1957]] a [[1959]] com Louis McKay. Todos estes homens eram envolvidos com a [[música]]. Billie acabou optando pela separação por três vezes devido a constantes humilhações e [[violência doméstica|agressões]] que sofria. Apesar de ter tentado engravidar e feito diversos tratamentos, não conseguiu êxito.
 
== Morte ==
Utilizador anónimo