Abrir menu principal

Alterações

210 bytes removidos, 23h07min de 16 de outubro de 2018
m
→‎Descoberta: clean up, replaced: <ref>{{en}}{{citar enciclopédia|edição= 4th|título=Uranium|enciclopédia=The American Heritage Dictionary of the English Language|publicado=Houghton Mifflin Company|url=http://www.answers.com/uranium}}</ref>
|autor = Péligot, E.-M. |periódico= [[Annales de chimie et de physique]]
| volume = 5 |número= 5 |ano= 1842
|páginas= 5–47 |url = http://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k34746s/f4.table}}</ref> Um tal uso para o óxido foi citado, mas já não era secreta a coloração da cerâmica e do vidro.<ref>{{en}}{{citar enciclopédia|edição= 4th|título=Uranium|enciclopédia=The American Heritage Dictionary of the English Language|publicado=Houghton Mifflin Company|url=http://www.answers.com/uranium}}</ref>
 
[[Henri Becquerel]] descobriu a radioatividade usando urânio em 1896. Becquerel fez a descoberta, em [[Paris]], deixando uma amostra de um sal de urânio, K<sub>2</sub> UO<sub>2</sub> (SO<sub>4</sub> )<sub>2</sub> , em cima de uma chapa fotográfica não exposta numa gaveta e observando que a placa havia se tornado "enevoada". Ele determinou que uma forma de luz invisível ou raios emitidos pelo urânio tinha exposto a chapa criando acidentalmente a imagem.