Abrir menu principal

Alterações

54 bytes adicionados, 01h59min de 17 de outubro de 2018
m
Santos possui vários museus, entre eles o [[Bolsa do Café|Museu do Café Brasileiro]] onde funcionava a '''Bolsa do Café''' até a [[década de 1970]]. Outros museus da cidade são o [[Museu de Arte Sacra de Santos]], o [[Museu de Pesca de Santos]], o Museu De Vaney, o Museu Oceanográfico, o [[Memorial das Conquistas (Santos Futebol Clube)|Memorial das Conquistas]], o Museu Pelé, o Museu do Porto e o Museu do Mar.
 
=== Mídia e Comunicações ===
{{Anexo|Lista de meios de comunicação de Santos}}
A cidade de Santos possui 3 jornais diários, 4 emissoras de televisão comerciais e 10 emissoras de rádio, sendo 4 em [[Rádio FM|FM]] e 6 em [[Rádio AM|AM]]. A tradição cinematográfica pela qual a cidade se especializou foi a de [[Curta-metragem|curtas metragens]], abrigando grandes e importantes festivais da área. Quanto às produções cinematográficas de Santos, podemos citar as de diretores como [[Chico Botelho]] (cuja morte não o deixou concluir os longas ''Janete'' e ''Cidade Oculta''), Icaro Martins, José Roberto Eliezer, Tânia Savietto, [[Aloysio Raulino]], [[José Roberto Torero]], Renato Neiva Moreira,<ref>{{citar web |url=http://www.imdb.com/name/nm0624906/?ref_=ttfc_fc_cr7|título=Renato Neiva Moreira |acessodata=6 de agosto de 2014|publicado=IMDb}}</ref> Hélcio Nagamine, entre outros. Quanto às produções recentes com maior repercussão na cidade podemos citar ''[[O Magnata]]'' (2007), escrito pelo [[Chorão (cantor)|Chorão]] da banda [[Charlie Brown Jr.]], e ''[[Querô (filme)|Querô]]'' (2007), que promoveu testes de jovens atores pela cidade e que legou consequências que refletem até hoje.<ref name="FilhoSete">Filho, 2008, p.37.</ref>
 
Santos também foi muito utilizada pela [[televisão]] em [[minissérie]]s como ''[[Um Só Coração]]'', produzida pela [[Rede Globo de Televisão]], que teve 80% de suas cenas gravadas no [[Centro (Santos)|centro]] histórico de Santos em outubro de 2003, para apresentação em rede nacional em janeiro de 2004.<ref>José Luiz Araújo, "Cenário e tanto para ''Um Só Coração''" in: ''A Tribuna'' 27/12/2003.</ref> De fato, a revitalização do [[Centro (Santos)|Centro]] Histórico da cidade, a começar por sua iluminação e [[asfalto]], possibilitou a gravação de muitas cenas televisivas que exigiam figurinos e enredos de época.<ref>"Andar pelo cenário de ''Um Só Coração'' é uma volta ao passado", ''Diário Oficial de Santos'', 30/10/2003.</ref> No caso de ''Um Só Coração'', o objetivo era retratar a [[década de 1920]] e como tal foram utilizadas locações como a Rua XV de Novembro e o interior da [[Bolsa Oficial do Café]].<ref>''Diário Oficial'': "Gravações com atores globais agitam o Centro Histórico", 31/10/2003.</ref> Entre os atores que gravaram no centro da cidade estão [[Ana Paula Arósio]], [[Tarcísio Meira]], [[Letícia Sabatella]], [[Ângelo Antônio]], [[Herson Capri]], [[Erik Marmo]], [[Maria Fernanda Cândido]], [[Marcello Antony]], sem contar os figurantes da própria cidade. Além de minisséries, a telenovela de 1977 ''[[Éramos Seis]]'', escrita por [[Silvio de Abreu]], na [[Rede Tupi|Tupi]], também teve algumas cenas rodadas na praia, no bonde e nos jardins do [[Orquidário]] encenadas por [[Nicette Bruno]], [[Carlos Alberto Riccelli|Riccelli]], e [[Carlos Augusto Strazzer|Strazzer]].<ref name="FilhoSete" />
{{Telecomunicações em São Paulo}}
 
=== Cinema ===
6 777

edições