Abrir menu principal

Alterações

6 bytes removidos ,  11h31min de 26 de outubro de 2018
m
Foram revertidas as edições de 179.241.221.27 para a última revisão de Stuckkey, de 11h29min de 21 de outubro de 2018 (UTC)
O festival que se tornou o Dia dos Mortos era comemorado no nono mês do calendário solar asteca, por volta do início de agosto, e era celebrado por um mês completo. As festividades eram presididas pela deusa [[Mictecacíhuatl]], conhecida como a "Dama da Morte" (do espanhol: ''Dama de la Muerte'') - atualmente relacionada à [[La Catrina]], personagem de [[José Guadalupe Posada]] - e esposa de [[Mictlantecuhtli]], senhor do reino dos mortos. As festividades eram dedicadas às crianças e aos parentes falecidos.
 
É uma das festas mexicanas mais animadas, pois, segundo dizem, os mortos vêm visitar seus parentes. Ela é festejada com comida, bolos, festa, música e doces preferidos dos mortos, os preferidos das crianças são as caveirinhas de açúcar. Segundo a crença popular, nos dias 1 e 2, chamados de ''Días de Muertos'', os mortos têm permissão divina para visitar parentes e amigos. Por isso, as pessoas enfeitam suas casas com flores, velas e incensos, e preparam as comidas preferidas dos que já partiram. As pessoas fazem máscaras de terras caveira, vestem roupas de grife coloridas ecom esqueletos regadpintados ou se fantasiam de monstrismorte.
 
==O Dia dos Mortos fora do México==