Diferenças entre edições de "Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo"

sem resumo de edição
{{não confundir|Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo}}
{{Parcial}}
{{Não enciclopédico|data=maio de 2018}}
{{Info/Universidade/Wikidata}}
A '''Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da [[Universidade de São Paulo]] (FFCL-USP)''' foi, por mais de três décadas, a unidade nuclear e primordial da USP. A partir de sua fundação a FFCL desempenhou um papel preponderante no pensamento brasileiro.<Ref>http://www.sbhc.org.br/resources/anais/10/1344217546_ARQUIVO_TextoFinal-AlexandreM.M.P.Ferreira.pdf</ref>
 
==A Batalha da Rua Maria Antônia e o fim da FFCL==
[[Imagem:Batalha-maria-antonia.png|thumb|320px|Prédio da FFCL após principio de incêndio. É possível ver menções ao [[Comando de Caça aos Comunistas|CCC]] nas paredes do edifício.]]
 
Em julho de 1968, estudantes da FFCL e da [[Universidade Presbiteriana Mackenzie]] se enfrentaram por cerca de 10 horas na região central de São Paulo após um ovo ser atirado contra estudantes da USP que faziam uma espécie de pedágio nas imediações para arrecadar fundos para o congresso da [[UNE]]. O enfrentamento acabou causando um princípio de incêndio no prédio da FFCL que foi atingindo por coquetéis Molotov vindo dos estudantes do Mackenzie. Após a morte do estudante secundarista José Guimarães de 20 anos alvejado por um tiro de arma de fogo, intensas manifestações por parte dos estudantes da USP se seguiram, culminando em uma intensa repressão policial que até o momento tinha se mantido afastada do conflito. Os prédios das duas faculdades acabaram sendo invadidos pela polícia e após o episódio a FFCL foi transferida para a [[Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira]], onde hoje funciona a [[FFLCH]]. O episódio ficou conhecido como [[Batalha da Maria Antônia]] e foi um dos episódios marcantes do ano de 1968, auge da [[ditadura militar no Brasil]]. A Mackenzie até hoje funciona no mesmo local e o antigo prédio da USP foi devolvido à instituição em 1993, onde hoje funciona o [[Centro Universitário Maria Antônia da Universidade de São Paulo]].
 
4 780

edições