Diferenças entre edições de "Invasão britânica de Java"

13 bytes removidos ,  20h03min de 29 de outubro de 2018
sem resumo de edição
[[Imagem:COLLECTIE TROPENMUSEUM Olieverfschilderij voorstellende het Kasteel Batavia gezien van Kali Besar west met op de voorgrond de vismarkt TMnr 118-167.jpg|thumb|305px|Gravura de [[Jacarta|Batávia]], capital das [[Índias Orientais Holandesas]], com a {{ilc|cidadela|Castelo de Batávia}} ao fundo]]
 
A '''invasão britânica de Java''' ou '''guerra anglo-holandesa de Java''' foi uma [[Guerra anfíbia|operação militar anfíbia]] vitoriosa do [[Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda|Reino Unido]] com o objetivo de tomar a ilha de [[Java]], então parte das [[Índias Orientais Holandesas]], que ocorreu em agosto e setembro de [[1811]] no decurso das [[Guerras Napoleônicas|Guerras Napoleónicas]].
 
Java era uma [[colónia|colônia]] da [[República das Sete Províncias Unidas dos Países Baixos|República dos Países Baixos]] e permaneceu sob o controlocontrole holandês ao ao longo as [[guerras revolucionárias francesas]] e Guerras NapoleónicasNapoleônicas, durante as quais os franceses invadiram a república e estabeleceram a [[República Batava]] em 1795, a que se seguiu o [[Reino da Holanda]] em 1806, o qual foi formalmente anexado ao [[Primeiro Império Francês]] em 1810, o que fez com que Java passasse a ser formalmente uma colóniacolônia francesa, apesar da sua administração e defesa continuar a ser assegurada principalmente por holandeses.
 
Depois da queda das colóniascolônias francesas nas Índias Orientais em 1809 e 1810 e da {{ilc|campanha vitoriosa britânica|Campanha da ilha Maurícia de 1809–1811|Campanha da Maurícia de 1809–1811|Campanha da ilha Maurícia (1809–1811)|Campanha da ilha Maurícia}} contra as possessões francesas nas [[ilhas Mascarenhas]] entre 1809 e 1811, a atenção dos britânicos virou-se para as Índias Orientais Holandesas. Foi enviada uma expedição a partir da [[Índia britânica|Índia]] em abril de 1811, ao mesmo tempo que uma pequena [[Esquadra naval|esquadra]] de [[fragata]]s foi encarregada de patrulhar as costas de Java, apresando navios e lançando fazendo assaltos anfíbios contra alvos vulneráveis.
 
As tropas desembarcaram a 4 de agosto e em 8 de agosto a cidade sem defesas de [[Jacarta|Batávia]], capital das Índias Orientais Holandesas, capitulou. Os defensores retiraram para uma posição previamente fortificada, o {{ilc|Forte Cornelis|Meester Cornelis|Jatinegara}} (no que é hoje Jatinegara, um subúrbio de Jacarta), que foi cercado pelos britânicos e tomado na manhã de 26 de agosto. Os defensores que lograram escapar, uma mistura de tropas regulares holandesas e francesas com [[milícia]]s nativas, retirou, sendo perseguida pelos britânicos. Uma série de assaltos anfíbios capturaram a maior parte dos redutos restantes e a cidade de [[Salatiga]], em [[Java Central]], rendeu-se a 16 de setembro. A ilha capitulou oficialmente a 18 de setembro e permaneceu sob controlo britânico durante o resto das Guerras NapoleónicasNapoleônicas, tendo sido restituída aos holandeses nos termos do {{ilc|Tratado anglo-holandês de 1814||Tratado Anglo-Holandês de 1814|Tratado anglo-neerlandês de 1814|Tratado Anglo-Neerlandês de 1814|Convenção de Londres (1814)}}.
 
== Notas e bibliografia ==
1 904

edições