Diferenças entre edições de "Iguaba Grande"

630 bytes adicionados ,  01h16min de 30 de outubro de 2018
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Etiquetas: Editor Visual Expressão problemática
No dia [[13 de março]] de [[1994]], cerca de 94% dos eleitores foram as urnas concordando com a [[emancipação]] do distrito de Iguaba Grande, que pertencia a [[São Pedro da Aldeia]], foi criado pela Lei 2 161, de [[8 de junho]] de [[1954]], tendo se emancipado por intermédio da Lei Estadual 2 407, de [[8 de junho]] de [[1995]], pelo então prefeito aldeense Rodolfo José Mesquita Pedroza. A votação popular para determinar a separação político administrativa foi de grande importância para a [[região dos lagos]].
 
O distrito então foi mais um a reivindicar soluções para problemas que o município não conseguia resolver, por isso, a busca da emancipação. Iguaba Grande possui 22 bairros e um grande número de loteamentos e condomínios (com grande perspectiva de crescimento). Hoje, Iguaba Grande, Segundo o censo realizado em 2017 pelo [[Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]] possui uma população de aproximadamente 27 mil habitantes.
 
Iguaba possui cerca de 51 km quadrados de extensão territorial. limita-se com os municípios de [[São Pedro da Aldeia]] e [[Araruama]] e está ligado a [[Niterói]] pela [[Rodovia Amaral Peixoto]], da qual dista 119 km e 139 km da cidade do [[Rio de Janeiro]]. Outra opção é pela Rio-Manilha, através da [[BR-101]], passando por [[Rio Bonito]] e [[Araruama]], tendo acesso ao percurso que serve a Iguaba Grande, na moderna estrada da [[Via Lagos]].
 
== Etimologia ==