Diferenças entre edições de "1641"

43 bytes removidos ,  20h58min de 3 de novembro de 2018
m
v1.43b - Corrigido usando WP:PCW (Link igual ao texto do link)
(→‎Eventos: , Batalha de M'Bororé: definição da fronteira Brasil e Argentina)
m (v1.43b - Corrigido usando WP:PCW (Link igual ao texto do link))
* Construção de um forte na [[Velas|vila das Velas]] que em [[1644]] foi substituído por outro de mais dimensão<ref> BASTOS, Barão de. Relação dos fortes, Castelos e outros pontos fortificados, que se acham ao presente inteiramente abandonados, e que nenhuma utilidade tem para a defesa do Pais, com declaração daqueles que se podem desde já desprezar (Arquivo Histórico Militar). Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, Vol. LV, 1997. </ref> <ref> VIEIRA, Alberto. Da poliorcética à fortificação nos Açores: introdução ao estudo do sistema defensivo nos Açores nos séculos XVI-XIX. Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, Vol. XLV, Tomo II, 1987. </ref>.
* No contexto da [[Restauração da Independência]], às vésperas do movimento que conduziria à expulsão dos [[espanhóis]] da [[Terceira]], o Mestre de Campo [[Álvaro de Viveiros]] formulou e propôs um plano de destruição do [[Forte de São Sebastião (Angra do Heroísmo)|Forte de São Sebastião]], rejeitado pelo [[Câmara Municipal de Angra do Heroísmo|Senado de Angra]].
*[[Batalha de M'Bororé|Batalha de M'Bororé]], [[Guaranis|guaranis]] que habitavam em [[Missões jesuíticas na América|reduções dirigidas pelos jesuítas]] derrotaram os [[Bandeirantes|bandeirantes]] paulistas. Foi um importante episódio na história dos [[Reduções no Paraguai e adjacências|trinta ''Pueblos'' (Reduções) do Paraguai]] e da história da [[Argentina]], pois evitou que a região compreendida entre os Rios [[Rio Uruguai|Uruguai]] e [[Rio Paraná|Paraná]], que atualmente pertence à Argentina, se tornasse território [[Brasil|brasileiro]].
 
=== Em andamento ===